Coluna do Victor João – ANATEL e o bloqueio de celulares piratas



Algumas semanas atrás, a Agência Nacional das Telecomunicações (ANATEL) anunciou que iria começar a bloquear os celulares “piratas” do país, smartphones que não possuem IMEI válido e a homologação do órgão brasileiro. As primeiras notícias diziam que depois do dia 30 de julho, os celulares irregulares que tentassem acessar redes de dados no Brasil receberiam um aviso e, dentro de algum tempo, teriam o acesso às redes móveis e de ligações bloqueado.

Muitas pessoas ficaram preocupadas e com receio de ter os celulares prejudicados, principalmente as que compraram de fora ou de fontes não tão confiáveis dentro do país. Mas as informações mudaram.

Primeiramente, a data foi retirada e será estudada ainda uma nova para começar a ação. Além disso, celulares já comprados e em uso não serão afetados pela medida. Só serão afetados os celulares comprados após a nova data colocada pela ANATEL.

Celulares comprados de fora do país também estão fora de perigo, o objetivo da agência é barrar aparelhos contrabandeados ou roubados. Isso acontece, pois o IMEI é um número que serve também para bloqueio do aparelho. Então uma vez com o seu IMEI anotado, em caso de roubo ou perda, você pode bloqueá-lo. Os aparelhos que circulam neste meio tem esse número adulterado para ser vendido e colocado no mercado paralelo novamente.

Mesmo assim, Eduardo Levy Moreira (SindiTelebrasil), apontou que é muito fácil clonar o IMEI e acaba ficando complicado para as operadoras identificar. Ficando claro assim o motivo de adiamento e uma melhor forma de aplicar o controle.

Para saber o número do seu IMEI tecle *#06#, o enorme número que vai aparecer é o que identifica o seu celular.

A ANATEL por mais que seja responsável pela integridade dos serviços de comunicação do país, ainda deixa muito a desejar, justamente por ser um órgão de controle, burocratizando demais o setor e protegendo grandes empresas. Mas essa atitude pode ser vista com bons olhos a primeira instância, uma vez que o número de roubos de telefone no Brasil é gigantesco. Mas mesmo assim, o controle por IMEI não se mostra tão eficaz. Resta saber também, se é apenas a única intenção, pois a ação tem pressões também do Ministério Público e de Sindicatos do setor.

Autor: Victor João Freitas Costa – Bacharel em Sistemas de Informação pelo UNIFAMINAS, entusiasta em economia e trabalha com ensino a distância

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.