Personalidades de Muriaé – Alcyr Pires Vermelho



Alcyr Pires Vermelho (Muriaé, 8 de janeiro de 1906 — Rio de Janeiro, 24 de maio de 1994) foi um pianista e compositor brasileiro. Era filho de Acácio Vermelho e Laura Pires Vermelho. Tinha 3 imãos, Laura, Selva e Acácio (Maninho). Casou-se com Maria José Hastenreiter com quem teve 4 filhos, Alcir, Ivan, Alane e Rubens.

Aprendeu piano primeiramente com a mãe (pianista amadora) e depois com o professor Amadeu Pacífico, que lhe conseguiu emprego de pianista no cinema de Muriaé. Começou a tocar em festas, no estilo jazzístico, que era moda na época. Aprovado em um concurso para bancário do Banco Hipotecário e Agrícola do Estado de Minas Gerais (Minasbank), foi transferido para Carangola (MG), onde organizou uma orquestra.

Depois de três anos em Carangola, trabalhou, ainda como bancário, em Rio Casca (MG), Cataguases (MG) e Ubá (MG), onde conheceu Ary Barroso e sua tia Ritinha, com quem teve aulas de Música. Alcyr e Ary atuavam nos meios artísticos de Ubá, Alcyr como pianista dos clubes carnavalescos das Opalas e nos dos Plutões, freqüentado pela classe média local, e Ary era a atração do Clube dos Ubaenses, da classe mais abastada. Alcyr mudou-se para o Rio de Janeiro (RJ) em 1929, sendo aprovado em concurso para trabalhar no Banco Comércio e Indústria de Minas Gerais (Bandústria). Aproxima-se do meio artístico carioca em 1933, conhecendo Lamartine Babo, a quem muito admirava, fazendo com ele para o carnaval de 1934 sua primeira música, a marchinha “Dá cá o pé, loura”, gravada pelo próprio Lamartine na RCA Victor. Estreou em rádio como primeiro pianista da Rádio Clube do Brasil. Tocou também em casas noturnas e em diversos clubes cariocas. Com Walfrido Silva compôs seu primeiro grande sucesso, o samba O “Tic-tac do Meu Coração”, gravado por Carmen Miranda em 1935. Três anos depois, Carmen gravou sua marcha “Paris” (parceria com Alberto Ribeiro), dedicada aos jogadores da Seleção Brasileira de Futebol na Copa do Mundo de 1938. No carnaval de 1939, sua marcha A “Casta Suzana” (parceria com Ary Barroso) teve grande êxito com a gravação de Déo. Para o carnaval de 1940, mais um grande sucesso: a marcha “Dama das Camélias” (parceria com João de Barro), gravada por Francisco Alves na Colúmbia, e vencedora do concurso instituído pela então Prefeitura do Distrito Federal. Fora do repertório carnavalesco, Alcyr comporia, ainda em 1940, com João de Barro e Alberto Ribeiro, o samba-exaltação “Onde o céu azul é mais azul” que, embora de excelente qualidade, seria superado por outra composição do mesmo gênero da dupla Alcyr Pires Vermelho – David Nasser, gravada em 1941 por Francisco Alves, na Odeon: “Canta Brasil”. O grande sucesso desta música traria alguns aborrecimentos para Alcyr, sendo o principal deles com Ary Barroso, que o acusou de plágio de Aquarela do Brasil. Com seu temperamento irritado, Ary afastou-se definitivamente de Alcyr a partir deste incidente. O maior sucesso da dupla Alcyr-Lamartine Babo viria a ser uma valsa: “Alma dos violinos”, gravada por Moraes Netto em 1942, na Odeon.

Alcyr Pires Vermelho foi um compositor de inúmeros sucessos, entre os quais destacamos: “Sandália de Prata” (parceria com Pedro Caetano) e “Esmagando Rosas” (parceria com David Nasser), ambas gravadas por Francisco Alves em 1941; “A Dama de Vermelho” (parceria com Pedro Caetano), lançado por Francisco Alves em 1943; “Barqueiro do São Francisco” (parceria com Alberto Ribeiro), gravado por Dick Farney em 1946; “Laura” (parceria com João de Barro), gravado por Jorge Goulart em 1957, entre outros. Aprovado em concurso para funcionário do antigo Instituto de Aposentadoria e Previdência dos Bancários (IAPB), permaneceu neste emprego durante 33 anos, tendo nele se aposentado. Dedicou-se à pintura, tendo feito exposição de seus quadros no saguão do Hotel Nacional do Rio em 1977. Em 1985, foi lançado um LP promocional da Petrobrás, “Alcyr Pires Vermelho – 50 Anos de Música”, onde se destacam seus maiores sucessos interpretados por vários artistas, além de inúmeros depoimentos sobre sua vida. Tinha orgulho de ser Muriaeense e não perdia oportunidade de comentar isso. Faleceu na cidade do Rio de Janeiro.

Alguns parceiros

Lamartine Babo, Braguinha, Nazareno de Brito, Pedro Caetano, David Nasser, Ary Barroso, Jair Amorim, Mário Lago, Tito Madi, Dorival Caymmi, Walfrido Silva, entre outros.

Músicas de sua autoria:

  1. 1,2,3, Balançou
    Alcyr e Nazareno de Brito
  2. A Casta Suzana
    Alcyr e Ary Barroso
    02.12.1938
  3. A Dama de Vermelho
    Alcyr e Pedro Caetano
    14.05.1943
  4. A Doçura de Alane
    Alcyr Pires Vermelho
  5. A Ginga do Zico
    Alcyr e Berto Filho
  6. A História não Mudou
    Alcyr e Nazareno de Brito
  7. A Melhor de Três
    Alcyr e Lamartine Babo
    21.12.1934
  8. A Mulher e a Rosa
    Alcyr e David Nasser
    30.08.1943
  9. A Sorte Corta Caminho
    Alcyr e Pedro Caetano
    21.03.1957
  10. A Vizinha das Vantagens
    Alcyr e Ary Barroso
    08.12.1938
  11. Adeus, Minha Gente
    Alcyr e Gilvan Alves
    11.04.1955
  12. Agora é Tarde
    Alcyr e Pedro Caetano
    02.12.1943
  13. Ai de Mim se Não Voltasses
    Alcyr e Pedro Caetano
    25.04.1942
  14. Alma dos Violinos
    Alcyr e Lamartine Babo
    16.04.1942
  15. Amor Perfeito
    Alcyr e Pedro Caetano
    12.12.1940
  16. Anda Jerico
    Alcyr e Oswaldo Santiago
  17. Apesar da Goteira no Quarto
    Alcyr e Pedro Caetano
    25.05.1940
  18. Aquarela Seresteira
    Alcyr Pires Vermelho
  19. Bahia, Rainha da Lenda
    Alcyr e Pedro Caetano
    13.04.1944
  20. Balada da Chuva e o Vento
    Alcyr e Braguinha
    mar/60
  21. Balada do Rio Doce
    Alcyr e Jair Amorim
    14.04.1955
  22. Bangalo e Barracão
    Alcyr e Braguinha
    27.09.1941
  23. Barqueiro do São Francisco
    Alcyr e Alberto Ribeiro
    02.06.1946
  24. Barra Azul
    Alcyr e Alberto Ribeiro
    09.10.1946
  25. Barra do São Francisco
    Alcyr, Braguinha e Alberto Ribeiro
  26. Brasil Novo
    Alcyr e Sant Clair Sena
    16.04.1942
  27. Brasil, Usina do Mundo
    Alcyr e Braguinha
    set/42
  28. Bronzes e Cristais
    Alcyr e Nazareno de Brito
  29. Cada Vez Mais Longe
    Alcyr e Luiz Peixoto
    set/60
  30. Canção Apaixonada
    Alcyr e Lamartine Babo
    11.05.1935
  31. Canção do Mal que Faz Bem
    Alcyr e Mário Lago
    15.04.1959
  32. Canta Brasil
    Alcyr e David Nasser
    20.05.1941
  33. Cavalinho Teimoso
    Alcyr e Pedro Caetano
    31.07.1942
  34. Cherie
    Alcyr e J.G. de Araujo Jorge
    02.08.1956
  35. Cinzas do Meu Coração
    Alcyr e Walfrido Silva
    02.04.1935
  36. Comigo Não
    Alcyr e Pedro Caetano
    28.10.1946
  37. Copacabana, Meu Amor
    Alcyr e Oswaldo Santiago
    16.04.1956
  38. Dá Cá o Pé…Loura
    Alcyr e Lamartine Babo
    10.11.1933
  39. Dama das Camélias
    Alcyr e Braguinha
    26.09.1939
  40. Dança do Bole-Bole (Nova Dança)
    Alcyr e Braguinha
    08.11.1939
  41. Decadência de Pierrô
    Alcyr e Lamartine Babo
    04.12.1939
  42. Deixai Para Mim as Cabrochinhas
    Alcyr e Pedro Caetano
    21.11.1942
  43. Delírio
    Alcyr e Guilherme de Brito
  44. Desci!
    Alcyr e Cláudio Luiz
  45. Divino Olhar
    Alcyr e Sant Clair Sena
    10.08.1938
  46. Dois Marujos
    Alcyr e Alberto Ribeiro
    11.12.1944
  47. Dona Rita
    Alcyr e Braguinha
    13.10.1939
  48. Dorme, Sonharei Contigo
    Alcyr e Tito Madi
  49. Duas Polegadas
    Alcyr, Pedro Caetano e Carlos Renato
    jun/55
  50. E a Festa Maria?
    Alcyr e Ary Barroso
    08.12.1938
  51. E a Noite Continua
    Alcyr e Pedro Caetano
    02.03.1945
  52. É Boi
    Alcyr e Alberto Ribeiro
  53. E Eu Sem Maria
    Alcyr e Dorival Caymmi
    20.12.1951
  54. E Foi Assim…
    Alcyr e Lamartine Babo
    15.01.1934
  55. Ela Vai Querer
    Alcyr e Pedro Caetano
    18.11.1949
  56. Em Qualquer Parte do Rio
    Alcyr e Pedro Caetano
    23.10.1950
  57. Esmagando Rosas
    Alcyr e David Nasser
    08.08.1941
  58. Está com Sono Vai Dormir
    Alcyr e Pedro Caetano
    06.01.1941
  59. Está Quase na Hora
    Alcyr e Pedro Caetano
  60. Eu Garanto
    Alcyr e Braguinha
    31.05.1940
  61. Eu Mentir
    Alcyr e Cláudio Luiz
  62. Eu vi a Vida Diferente
    Alcyr e Walfrido Silva
    08.06.1935
  63. Eu Vou onde está o Brasil
    Alcyr e Pedro Caetano
    21.03.1957
  64. Europa, Franca e Bahia
    Alcyr e Oswaldo Santiago
    jan/45
  65. F.M.I.
    Alcyr, Manuel Baña e Pedro Caetano
  66. Família do Samba
    Alcyr e Oswaldo Santiago
    20.10.1939
  67. Fantasia Carioca
    Alcyr e Oswaldo Santiago
    29.06.1956
  68. Fantasia Escocêsa
    Alcyr e Alberto Ribeiro
    dez/48
  69. Gadú Namorado
    Alcyr e Lalau
  70. Graças à Deus Ela Não Veio
    Alcyr e Braguinha
    02.06.1954
  71. Helena Vem me Buscar
    Alcyr, Braguinha e Alberto Ribeiro
    05.01.1943
  72. Hoje é Adeus
    Alcyr Pires Vermelho
    19.07.1956
  73. Laura
    Alcyr e Braguinha
    09.07.1957
  74. Levanta-te Meu Amor
    Alcyr e David Nasser
    03.07.1942
  75. Lua de Mel
    Alcyr e Alberto Ribeiro
    20.12.1939
  76. Mangueira em Férias
    Alcyr e Pedro Caetano
    10.11.1948
  77. Marcha do Apartamento
    Alcyr e Peterpan
    09.10.1952
  78. Marcha do Bombeiro
    Alcyr e Wilson Batista
  79. Marcha do Turista
    Alcyr e Elpidio Reis
  80. Maria do Céu
    Alcyr e Alberto Ribeiro
    mai/42
  81. Maria Shangay
    Alcyr, Ibrahim Sued e Mario Jardim
    09.09.1957
  82. Marly
    Alcyr e F. Guimarães Jr
  83. Melhorei
    Alcyr e Pedro Caetano
    26.11.1943
  84. Menino de Rua
    Alcyr e Luiz O. Maia
    set/61
  85. Meu Lampião
    Alcyr e Alberto Ribeiro
  86. Minha Alegria é Só Você
    Alcyr e Dengê
  87. Minha Maria Morena
    Alcyr e Braguinha
    05.11.1957
  88. Minha Primeira Namorada
    Alcyr e Braguinha
  89. Môça Bonita
    Alcyr e Gilvan Chaves
    10.03.1954
  90. Montanha Russa
    Alcyr, Arlindo Marques Jr e Roberto Roberti
    06.01.1955
  91. Mulher Carinhosa Demais
    Alcyr e Pedro Caetano
    29.08.1949
  92. Mulher Geniosa
    Alcyr e As Roris
  93. Mulher Vampiro
    Alcyr e Alberto Ribeiro
    19.11.1935
  94. Mundo Diferente
    Alcyr e Luis Oliveira Maia
  95. Mustafá
    Alcyr e Cláudio Luiz
    Sem registro
  96. Na Hora “H”
    Alcyr e Walfrido Silva
    09.09.1935
  97. Não Há de Ser Nada
    Alcyr Pires Vermelho
    04.05.1938
  98. Não Há Ninguém Mais Feliz
    Alcyr Pires Vermelho
    09.06.1939
  99. Não Morro Sem Ver Paris
    Alcyr, Arlindo Marques Jr e Roberto Roberti
    set/55
  100. Não Sei Porque
    Alcyr e Braguinha
    18.11.1938
  101. Nasce Uma Pobre Menina
    Alcyr e Alberto Ribeiro
    30.05.1957
  102. Navio Negreiro
    Alcyr, As Roris e J. Piedade
    05.03.1940
  103. Nêgo Não Sai do Batuque
    Alcyr e Pedro Caetano
    14.04.1946
  104. No Arranha-Céu da Vida
    Alcyr e Walfrido Silva
    28.08.1935
  105. Noemi
    Alcyr e Pedro Caetano
    05.05.1945
  106. Noites de Gala
    Alcyr e Lamartine Babo
  107. Noturno Carioca
    Alcyr e Célio Monteiro
    09.04.1957
  108. Nova Dama das Camélias
    Alcyr e Braguinha
    dez/45
  109. O Meu Dia Há de Chegar
    Alcyr e Ary Barroso
  110. O Samba é Um Só
    Alcyr e Luis Peixoto
    03.02.1962
  111. O Samba não Pode Parar
    Alcyr e Braguinha
    out/55
  112. O Sorriso do Presidente
    Alcyr e Alberto Ribeiro
    mai/42
  113. O Vestido que eu Dei
    Alcyr e Pedro Caetano
    13.10.1943
  114. Onde Florecem os Cafezais
    Alcyr e David Nasser
    out/43
  115. Onde o Céu Azul é Mais Azul
    Alcyr, Braguinha e Alberto Ribeiro
    07.11.1940
  116. Papai-Noel Não Veio
    Alcyr e Lamartine Babo
  117. Papai-Noel
    Alcyr e Wilson Falcão
    dez/62
  118. Paris
    Alcyr e Alberto Ribeiro
    03.05.1938
  119. Paz e Amor
    Alcyr e Sant Clair Sena
    16.12.1938
  120. Pecado de Amor
    Alcyr e Miguel Gustavo
    12.05.1961
  121. Perfume que Acabou
    Alcyr e Walfrido Silva
    15.08.1944
  122. Prece ao Vento
    Alcyr, Fernando Luiz e Gilvan Chaves
    10.03.1954
  123. Quando a Fartura Voltar
    Alcyr e Alberto Ribeiro
    07.07.1953
  124. Quando a Violeta se Casou
    Alcyr, Braguinha e Alberto Ribeiro
    08.11.1939
  125. Quem Mandou?
    Alcyr e Afonso Teixeira
  126. Quem Sabe se Não És a Colombina
    Alcyr e Pedro Caetano
    10.12.1940
  127. Rabo de Peixe
    Alcyr e Emilio Cavalcanti
    out/54
  128. Rainha do Samba
    Alcyr e Oswaldo Santiago
    06.08.1946
  129. Rio dos Meus Amores
    Alcyr e Jair Amorim
    13.06.1955
  130. Roda de Fogo (Cantiga de São João)
    Alcyr e Lamartine Babo
    16.05.1935
  131. Romances de Caymmi
    Alcyr, Dorival Caymmi e Carlos Guinle
    13.05.1954
  132. Salve o Américo
    Alcyr e Pedro Caetano
    22.11.1945
  133. Sandália de Prata
    Alcyr e Pedro Caetano
    02.12.1941
  134. São João
    Alcyr e Cláudio Luiz
    mai/49
  135. Sapatilha de Cristal
    Alcyr Pires Vermelho
  136. Saudade Danada
    Alcyr e Jair Amorim
    16.04.1956
  137. Saudades Dela
    Alcyr e Pedro Caetano
    11.02.1944
  138. Se Alguém Telefonar
    Alcyr e Jair Amorim
    29.07.1958
  139. Se Deus Quiser
    Alcyr e Ary Barroso
    3.10.1939
  140. Sei Lá Si Tá
    Alcyr e Walfrido Silva
    17.07.1940
  141. Sem Adeus
    Alcyr e Braguinha
  142. Sem Você
    Alcyr e Alberto Ribeiro
    18.06.1948
  143. Sempre Maria
    Alcyr Pires Vermelho
  144. Senhorita Rio
    Alcyr e Miguel Gustavo
    jul/61
  145. Serpente de Veludo
    Alcyr e Pedro Caetano
  146. Sinhô Branco
    Alcyr e David Nasser
    ago/46
  147. Síria-Libanesa
    Alcyr e Almanir Greco
    dez/49
  148. Só Você me Faz Viver
    Alcyr e Sant Clair Sena
    28.03.1939
  149. Sob a Máscara de Veludo
    Alcyr e David Nasser
    20.03.1940
  150. Sonho de Amor Não Morre
    Alcyr e Alberto Ribeiro
    16.05.1939
  151. Sopa de Concha
    Alcyr e Pedro Caetano
    03.09.1941
  152. Sortes de São João
    Alcyr e Oswaldo Santiago
    25.05.1940
  153. Sou Igual a Você
    Alcyr e Nazareno de Brito
    set/57
  154. Terra de Ouro
    Alcyr e David Nasser
    04.09.1942
  155. Toada
    Alcyr, Gilvan Chaves e Fernando luiz
    10.03.1954
  156. Tic-tac do Meu Coração
    Alcyr e Walfrido Silva
    07.08.1935
  157. Tocaram a Campainha
    Alcyr e Pedro Caetano
    06.01.1941
  158. Trezentos Anos de Samba
    Alcyr e David Nasser
    ago/46
  159. Tudo é Bossa
    Alcyr e Miguel Gustavo
    ago/60
  160. Um Sonho que eu Sonhei
    Alcyr e As Roris
  161. Uma Rua Chamada Chopin
    Alcyr Pires Vermelho
  162. Vá Pra Casa Sossegar
    Alcyr, Antônio Almeida e Oswaldo Santiago
    03.10.1939
  163. Vai Dizer a Ela
    Alcyr e Pedro Caetano
    05.10.1940
  164. Vai Sem Medo
    Alcyr e Tito Madi
    19.05.1959
  165. Vai Ter
    Alcyr e Walfrido Silva
    17.09.1935
  166. Vale do Rio Doce
    Alcyr e David Nasser
    dez/42
  167. Valsa de Stella
    Alcyr Pires Vermelho
  168. Valsa do Balancê
    Alcyr e Alberto Ribeiro
    set/42
  169. Vamos Lá
    Alcyr e Pedro Caetano
  170. Velho Flamboyant
    Alcyr e Braguinha
    jun/58
  171. Vem Maria
    Alcyr e Oswaldo Santiago
  172. Vem Morena
    Alcyr e Alberto Ribeiro
    11.11.1946
  173. Veneno
    Alcyr e Ary Barroso
    13.10.1939
  174. Vingança
    Alcyr e Ary Barroso
    24.11.1938
  175. Você e a Valsa
    Alcyr e Pedro Caetano
    11.03.1947
  176. Você Ficou Sozinho
    Alcyr e Pedro Caetano
  177. Você Já Foi a Minas Gerais?
    Alcyr e Pedro Caetano
    18.08.1944
  178. Você Passou
    Alcyr e Nazareno de Brito
    13.12.1961
  179. Você Sambou Para Mim
    Alcyr e Alberto Ribeiro
    01.08.1938

Fonte: Wikipédia e Memorial Municipal de Muriaé

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.