Após crise, setor de vestuário de Muriaé espera aumento das vendas no final do ano



Produção de pijamas é a vocação da cidade, diz empresária

Depois de amargar uma crise na produção, o setor de vestuário de Muriaé está otimista. A expectativa de aumento nas vendas para o fim de 2012 reanimou os empresários da cidade.

Segundo o delegado do Sindicato das Indústrias do Vestuário (Sindvest), Carlos Magno de Oliveira, as vendas no Natal estão garantidas. A preocupação, entretanto, é para manter os negócios em alta em 2013.

Algumas máquinas ficaram paradas nas indústrias da cidade, mas os empresários não deixaram de lado a principal característica de Muriaé: a produção de pijamas. Foi assim que eles transformaram a cidade em um polo regional de confecções, e é assim que vão dar a volta por cima. É o que acredita a empresária Maria José Varela, dona de uma das confecções há mais de 20 anos. Para ela, o pijama é a vocação da cidade.

Com as contratações temporárias no final do ano, o polo de Muriaé gera, atualmente, 12 mil empregos diretos.

Fonte: Mega Minas

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.