Associação Comercial e Industrial de Muriaé promove curso de motofretista



Associação Comercial e Industrial de Muriaé promove curso de motofretista

Atenção motofretista: A resolução 350/2010 do CONTRAN regulamenta a profissão de motofretista e torna obrigatório para profissionais de entrega de mercadorias que exerçam atividades remuneradas na condução de motocicletas. A partir de agosto será obrigatório que os motofretista tenham o curso.

A Associação Comercial e Industrial de Muriaé (ACIM) promove curso de motofretista, com carga horário de 30 horas, e as matrículas estão abertas.

Investimento: R$ 200,00.

Requisitos para matrícula:

  • Não estar cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir, cassação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), decorrente de crime de trânsito, bem como estar impedido judicialmente de exercer seus direitos;
  • Estar habilitado no mínimo há 2 (dois) anos na categoria “A”;
  • Ter completado 21 anos (vinte e um) anos.

Documentos para matrícula:

  • 1 foto 3×4 (recente)
  • CNH (original e cópia aberta)
  • Carteira de identidade – RG (original e cópia)
  • Comprovante de residência atual (original e cópia)
  • Certidão de Prontuário (PRINT)
  • Comprovação de mais de 2 habilitações da Categoria A

Mais informações:

Associação Comercial e Industrial de Muriaé
Telefone: (32) 3721-2036
Endereço: Rua Getúlio Vargas, 447. Barra. Muriaé-MG. CEP: 36880-000.

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.