IML de Muriaé continua em péssima condição



IML de Muriaé

Não é de hoje que os profissionais que trabalham e os familiares que precisam ir ao IML de Muriaé, deparam com uma situação precária e sem a mínima condição de trabalho, de higiene e de se manter um corpo no local, principalmente quando a situação é mais grave e há a necessidade de se colocar vários corpos no pequeno espaço destinado aos trabalhos de necropsia.

Mesmo com as informações passadas através da imprensa pelas pessoas que precisam trabalhar no local, o IML de Muriaé continua em péssima condição e Muriaé já teve oportunidade de ter um PPI – Posto de Perícia Integrado, mas o delegado regional da época, Dr. Wagner Shubert de Castro, disse não ser necessário para a cidade e todo o material que chegou em Muriaé foi encaminhado para Ubá, que até hoje também não montou o seu.

Diferente de Muriaé, um projeto de caráter emergencial para melhorias do Instituto Médico Legal (IML) de Belo Horizonte será apresentado em 10 de setembro. A afirmação foi do deputado Dalmo Ribeiro da Silva (PSDB), um dos membros da Comissão de Segurança Pública da Assembléia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) que visitou o local na quarta-feira (29), após receber denúncia sobre a precariedade das instalações. Durante a vistoria, os parlamentares constataram diversas irregularidades.

De acordo o deputado Washington Fernando Rodrigues (PDT), que também esteve no IML, as condições de trabalho no local são insalubres e a estrutura do prédio está precária e sucateada. No edifício, construído em 1978, foram encontradas várias infiltrações. Os alojamentos dos servidores não separam homens e mulheres e os armários estão quebrados.

Muriaé tem quatro deputados, sendo dois no estaduais e dois federais e até hoje nada foi feito, nenhuma informação foi passada e nenhuma iniciativa foi tomada.

O secretário de Estado de Defesa Social, Rômulo Ferraz, e o chefe da Polícia Civil, Cylton Brandão, acompanharam a visita e se reuniram com os deputados após a vistoria. “Já tem um projeto de reforma para ser iniciado, que não começou. Fomos verificar para ver o que podemos fazer junto ao governo. O secretario nos garantiu verbas para o projeto”, afirma o deputado Dalmo Ribeiro.

Segundo Ribeiro, o projeto de melhoria, que será apresentado em 10 de setembro, abrange reformas no prédio e compras de equipamentos. Ao todo, devem ser gastos cerca de R$ 2 milhões. O deputado também adiantou que um há uma proposta para construção de outro IML na capital. Porém, a previsão é de que fique pronto em cinco anos.

Fonte e foto: Claudio Cordeiro

Últimas notícias em vídeo



2 comentários para “IML de Muriaé continua em péssima condição”

  1. Vardiero Carvalho says:

    Tudo o que foi feito pelo prefeito Paulo Carvalho está relegado ao abandono pelo atual prefeito.

  2. Bom dia …como não há necessidade…uma cidade que se tem 102 mil habitantes merece no mininmo condições descentes para os familiares e falecidos ,pois é uma situação e momento de dor que as pessoas sentem chega ser constrangedor se deparar com um local dessa forma “AUTORIDADES >>>PROVIDÊNCIA’ Jà!!!!!!!!!!!!!!

Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.