Menino de 10 anos que luta contra a leucemia se torna Policial Militar por um dia em Muriaé



Garoto se torna Policial Militar por um dia em Muriaé

A tarde de terça-feira (23) foi diferente para os funcionários e pacientes da Fundação Cristiano Varella. Policiais Militares estiveram no Hospital para uma missão de enorme valor, movidos por solidariedade e carinho, eles realizaram o sonho de um menino de 10 anos que sempre quis ser policial militar.

O garotinho David Carlos, que há um ano e oito meses luta contra a leucemia, está internado há 23 dias no hospital. O garoto recebeu uma farda da PM, andou em uma viatura, e até se comunicou via rádio com policiais que estavam a serviço. Ele ainda ganhou uma festa, com direito a bolo refrigerante e presentes.

Toda a “operação” foi envolvida por muita emoção, e muitas pessoas não conseguiram conter as lágrimas ao testemunharem a alegria de David.

Tudo começou quando Soldado Bernardes, que atua como orientador do programa Jovens Construindo a Cidadania (JCC), conheceu, durante a rotina do programa, uma professora da escola onde David estuda. A educadora falou sobre a situação do menino e de seu sonho de se tornar um policial militar. O soldado conheceu o garoto e levou a ideia ao comando da PM que, adotou o projeto e não mediu esforços para que tudo acontecesse.

Além de familiares, os professores e a diretora da escola de David estiveram presentes no Hospital do Câncer, acompanhando tudo de perto. A mãe do menino, Valdirene, e a tia, Elizabete – que vive com o sobrinho desde que ele era um bebê -, disseram que estavam felizes com tudo o que estava acontecendo e garantiram que, embora cansado, ele estava muito feliz em realizar seu grande sonho.

Durante a entrevista, muito emocionado Soldado Bernardes, disse que aprendeu muito com David: “Tenho vivido muitos momentos especiais com o JCC, mas, sem dúvida, hoje vivi uma emoção completamente diferente. Nesse pouco tempo em que convivi com o David, aprendi muito com ele”. O militar fez questão de agradecer ao comando da corporação em Muriaé, aos policiais que participaram, ao Hospital do Câncer, e a todos que se envolveram para que David se tornasse um “Policial Militar”.

Para Capitão Sandro, responsável pela Assessoria de Comunicação do Batalhão da PM em Muriaé, este momento foi muito gratificante de poder proporcionar ao garoto algo que ele queria muito, e que David é um grande exemplo: “Que ele possa ser um exemplo para os adolescentes que estão pensando em se desviar dos caminhos da ética e da honestidade. Enquanto muitos querem viver às margens da lei, ele tem o desejo de ser do time que luta pelo bem de todos”.

Fonte: Fundação Cristiano Varella

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.