Mulher de Mato Grosso vem a Muriaé a procura de sua mãe que não vê há 40 anos



Mulher de Mato Grosso vem a Muriaé a procura de sua mãe que não vê há 40 anos

Ana Maria da Silva, de 41 anos, veio até Muriaé procurando por sua mãe, que teria deixado os filhos no Mato Grosso com o pai, onde morava, há cerca de 40 anos e vindo para a cidade.

Ana Maria, que contou que sempre teve o sonho de conhecer sua mãe, veio acompanhada de seu esposo, Luciano Longo, de 41 anos, e sua filha. Eles residem em Rondonópolis, no estado do Mato Grosso, e percorreram 1800 KM na espectativa de tentar localizar a mãe de Ana Maria, Maria Emília Bento da Silva, de 70 anos. Eles chegaram na cidade na última quinta (19), sem conhecer nada e nem ninguém, e vieram, inicialmente, a procurar à Rádio Muriaé na tentativa de encontrar ajuda na busca da mãe de Ana Maria.

A princípio, Ana Maria só tinha o nome, data de nascimento e local de votação (Escola Estadual Olavo Tostes) de sua mãe. Ao procurar informações na rua, se deparou com Miguel Arcanjo da Silva Milani, que, segundo Ana Maria, foi um verdadeiro “anjo da guarda” deles, que de prontidão ajudou a família na busca por sua mãe, lhe dando abrigo em sua própria casa no José Cirilo e abraçando a causa dela na tentativa de encontrar a sua mãe.

Depois de muita procura, Ana Maria chegou a uma senhora no bairro Aeropoto, que tinha todas as características da pessoa que procuravam. No entanto, a mesma disse não se lembrar de Ana Maria, nem da história contada por ela.

Ana Maria decidiu então fazer um exame de DNA, que foi feito ontem (23), para resolver o impasse e agora esta aguardando o resultado para dar fim a sua aflição e espera agora que sua história tenha um final feliz.

Mulher do Mato Grosso vem a Muriaé a procura de sua mãe que não vê há 40 anos

Ana Maria e sua familía juntamente com a família de Miguel Arcanjo

Fonte e fotos: Guia Muriaé
Expressamente proibida a cópia e/ou reprodução sem prévia autorização.

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.