Parceria entre Prefeitura e Cohab construirá dezenas de casas populares em Muriaé



A Prefeitura de Muriaé estabeleceu um convênio com a Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (COHAB-Minas), na última terça-feira (13), em Belo Horizonte, para a construção de 48 casas populares, numa primeira etapa. O benefício irá favorecer dezenas de famílias que hoje moram de aluguel, mas que aguardam uma oportunidade para adquirir a casa própria.

O prefeito Grego, em encontro com o presidente da COHAB-Minas, Alessandro Marques, assinou o documento de parceria entre o órgão e a Prefeitura. Na ocasião, também recebeu da instituição o diploma de “Prefeito amigo da COHAB-Minas”. “O processo para as primeiras casas já está muito avançado. Nós, da Prefeitura, vamos correr contra o tempo para adequarmos o terreno e iniciarmos o projeto de construção das unidades habitacionais. É com muita satisfação que compartilho com todos os muriaeenses mais esta conquista. Tenho certeza que estamos construindo um novo caminho para Muriaé”, afirmou Grego.

Inicialmente, o público alvo serão as famílias dos funcionários públicos, militares e bombeiros. As 48 casas devem ser construídas nas imediações dos bairros São Francisco e Alto do Castelo. A Prefeitura vai ceder o terreno e cadastrar os interessados, enquanto a COHAB liberará recursos para a construção dos apartamentos a fim de firmar um financiamento com as famílias.

Fonte: PMM

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.