Passados dois anos, Mercado do Produtor ganha asfaltamento



Mercado do Produtor ganha asfaltamento

Enfim a área onde funciona o Mercado do Produtor, no Centro, esta recebendo o asfaltamento. A obra estava para ser executada desde 2010 e tinha prazo de execução previsto de 180 dias. Passados dois anos, a obra não tinha saído do papel. Segundo informações de funcionários, só na última quinta-feira (27/09) que começaram as obras, que já estão bem adiantadas e devem acabar ainda hoje.

No Mercado do Produtor funciona a feira livre às quartas e sábados. Uma placa do Governo Federal, que esta no recinto, dá conta de que no ano de 2010 teria início a “pavimentação asfáltica e sinalização horizontal” do local, obra que foi orçada em R$ 843.591,37 (oitocentos e quarenta a três mil, quinhentos e noventa e um reais e trinta e sete centavos).

Visitamos a obra nesta terça-feira (2) pela manhã e constatamos que a empreiteira que esta trabalhando na obra não é a mesma que ganhou a licitação. A obra seria executada pela Cia da Obra Engenharia e Construções, mas no local haviam funcionários da empresa Infrater trabalhando, além de uma faixa da referida empresa (vide a quinta foto da galeria abaixo).

Tentamos contato com a secretária Municipal de Obras, Miriam Facchini Barbosa, para questionar a questão da empreiteira, porém ela não foi encontrada.

Fonte e fotos: Guia Muriaé
1ª foto da galeria: Claudio Cordeiro

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.