Torneio Curraleiro movimenta propriedades participantes do “Muriaé Mais Leite”



O 1º Torneio Curraleiro, desenvolvido pela Prefeitura de Muriaé, está movimentando as propriedades rurais do município. A competição, que teve início em maio, incentiva o melhoramento genético do rebanho, a troca de experiências e interação entre os produtores, impulsionando o setor na cidade.

Ao todo, 15 propriedades rurais estão participando do torneio. A pesagem do leite acontece sempre às quintas-feiras. O resultado final será divulgado durante a 62ª Exposição Agropecuária, Comercial e Industrial de Muriaé, que acontecerá entre os dias 5 e 10 de setembro, com a exposição e premiação dos melhores animais.

Os produtores rurais, Gilmar e Aloísio Pena, contaram que o torneio também alavanca a realização de negócios. “Esse torneio está sendo muito bom, pois a gente encontra os amigos, conversa e troca informações. Isso nos ajuda também a fazer negócios. Um freguês vem, olha o nosso gado e pode gerar alguma venda”, disse Gilmar.

Prefeitura oferece assistência técnica gratuita para melhoria da produção

O torneio faz parte do “Muriaé Mais Leite”, da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente. O programa oferece, gratuitamente, a cerca de 300 pequenos criadores de gado leiteiro, visitas periódicas de sete veterinários para esclarecimentos sobre novas formas de aumentar a produtividade.

O secretário da pasta, Manoel Carvalho, afirmou que o evento é importante para a Administração estar mais próxima dos produtores, oferecendo assistência profissional e conhecendo as suas necessidades, a fim de que estejam mais motivados a permanecer na atividade rural. Manoel adianta que, no próximo ano, o torneio começará mais cedo: em fevereiro.

Presente na pesagem de leite da última quinta-feira (13), que aconteceu na Fazenda Paula Neves, na comunidade do Divisório, o prefeito Grego ressalta que o programa tem o objetivo de melhorar a produção leiteira da cidade. “A Prefeitura, por meio deste trabalho, está oferecendo assistência a custo zero, para que o criador possa ter um gado mais saudável e mais selecionado e, consequentemente, produzir mais leite, tendo em vista que incentivar o homem do campo é uma das prioridades da nossa Administração”, afirmou.

Fonte: PMM

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.