Asssociação Amigos do Nacional Atlético Clube distribui carta aberta à população de Muriaé



Será realizado nesta terça-feira (18) a eleição que aclamará o novo Conselho Deliberativo do Nacional. Ontem (17) a Associação dos Amigos do Nacional Atlético Clube (AANAC) distribuiu uma carta aberta à população de Muriaé.

Confira o conteúdo do documento:

“O Sr. Antonio Fernandes, brasileiro, casado, comerciante, na qualidade de presidente da AANAC, entidade de direito privado, devidamente inscrita no CNPJ sob numero 11.444.667/0001-08, tendo como objetivo precípuo fiscalizar a administração do Nacional Atlético Clube, em conformidade com suas normas estatutárias contidas em seu artigo segundo, inciso primeiro, vem por meio desta, fazer ciente a toda a torcida nacional e ao publico em geral, o seu inconformismo com a atual situação administrativa do Nacional Atlético Clube, que muito embora tenha uma comissão de obras institucionalizada para terminar as obras do estádio, se apoderou de um suposto poder de gestão, deixando à margem muitas pessoas ilustradas que fizeram o nome do Nacional conhecido em todo o pais.
Desta forma, vem manifestar o seu veemente repúdio em usarem seu nome, sem sua expressa autorização, para constituir qualquer chapa eletiva seja de conselho ou composição de diretoria administrativa do clube.
Portanto, refuta de forma irrevogável qualquer participação, em qualquer cargo; e, ainda, requer que se de ciência inequívoca à torcida do NAC e a população em geral, a relação dos nomes de todos os associados que estão em condições de exercer o seu direito sagrado de voto e muito mais se os 30 (trinta) nomes elencados como candidatos a membros, efetivos e suplentes, do Conselho Deliberativo, estão aptos, ou seja, se estão em pleno gozo dos seus direitos de associados, para concorrerem ao pleito anunciado em data de 21 de novembro de 2012, para 18 de dezembro do corrente ano”.

Muriaé, 17 de dezembro de 2012
Antonio Fernandes – Presidente da AANAC

Segundo informações da Rádio Muriaé, os membros da asssociação ainda relataram que a venda de parte do que sobrou do antigo campo para um empresário de Muriaé é ilegal, e o caso já está na Justiça, com a Diretoria atual, tendo que devolver o dinheiro que já foi pago. A venda foi feita com o objetivo de dar sequencia às obras do novo estádio.

Fonte: Guia Muriaé, com informações da Rádio Muriaé

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.