Federação Mineira de Futebol irá vistoriar estádio do Nacional em Muriaé



Estádio do Nacional em Muriaé

A Federação Mineira de Futebol (FMF) começou a realizar visitas aos estádios por todo o Estado de Minas Gerais. As visitas tem como objetivo fazer um raio X das estruturas para que sejam feitas as melhorias necessárias para o Campeonato Mineiro de 2013.

Após vistoriar os estádios em Teófilo Ottoni, Governador Valadares, Ipatinga, Coronel Fabriciano e Nova Lima, a Federação Mineira de Futebol (FMF) passará por mais dez cidades.

A partir de amanhã, a vistoria acontece em Tombos, Juiz de Fora e Muriaé. Na próxima semana, será a vez de Uberlândia, Uberaba, Araxá, Patrocínio, Araguari, Ituiutaba e Patos de Minas serem visitadas. A comissão distribui as tarefas para pontuar os problemas de cada estádio.

“Eu (Eduardo Cosso) olho toda a estrutura; o José Eugênio (presidente da Comissão de Arbitragem) verifica as condições de trabalho do árbitro; o técnico agrícola auxilia no cuidado com o gramado; a assessora checa as condições de trabalho da imprensa e o Hilário Félix, do departamento de futebol, é o elo entre a FMF e a CBF que, juntamente com o Ministério Público, libera os estádios”, explicou o presidente da comissão.

Com a vistoria, o estádio do Nacional em Muriaé, que ainda esta em obras, poderá futuramente receber jogos do Campeonato Mineiro 2013.

Fonte: O Tempo

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.