Com aprovação de 18 projetos, Câmara de Muriaé realiza a reunião mais longa de 2017



A sessão da Câmara Municipal de Muriaé, realizada nessa terça-feira (5), foi a mais longa do ano. Encerrada por volta da meia-noite de quarta-feira (6), a sessão contou com a aprovação do Orçamento para 2018 e votação de todas as emendas propostas, além da discussão de 20 projetos e aprovação de 18 deles. Um projeto discutido entre parlamentares e público presente resultou em pedido de veto aprovado, ficando para ser votado na próxima reunião, assim como outro projeto protelado após aprovação de pedido de veto.

Além disso, a tribuna foi aberta à participação popular, contando com as manifestações do presidente da Associação de Moradores da Barra, Antônio de Lima, do coordenador da Pastoral do Trânsito, Sérgio Orondino, e de uma representante das estagiárias do Município, representante da categoria que estava reivindicando mais diálogo com o Executivo sobre a revogação da Lei Municipal que regula os estágios na Prefeitura.

Lei Orçamentária 2018 foi aprovada com duas emendas

Apesar de haver 22 emendas apresentadas em relação à Lei Orçamentária para 2018, apenas duas foram aprovadas. Durante as votações aconteceram muitos debates entre os vereadores que justificaram e defenderam suas posições favoráveis ou contrárias às emendas. De autoria do vereador Reginaldo Roriz (PSD), as duas emendas aprovadas ampliam os recursos disponíveis à Fundarte para serem revertidos a Lei Municipal de Incentivo a Cultura, conhecida como Lei Alcyr Pires Vermelho, e às atividades referentes ao Carnaval 2018. Após a apresentação das emendas, discussão e votação, os vereadores aprovaram a Lei Orçamentária 2018.

Outros 18 projetos foram discutidos e aprovados

Além do Orçamento, os vereadores discutiram e aprovaram outros 18 projetos dos quais se destacam os que criam o Programa Bolsa Atleta, o Fumtran (Fundo Municipal de Trânsito), o Dia De Estímulo ao Aleitamento Materno, a alteração na bandeira dois para os taxistas de Muriaé; os que autorizam o município a filiar-se a Associação Mineira de Município (AMM), o Demsur a firmar termo de adesão e filiar-se a Associação Brasileira de Ouvidores/Ombudsman (ABO) e a Fundarte repassar recurso financeiro para a Liga Carnavalesca de Muriaé e a Sociedade Musical União dos Artistas; e o que denomina o Terminal de Integração Público Coletivo de Terminal Tatão Levate.

O programa Bolsa Atleta, elaborado pelo o Executivo, objetiva fomentar o esporte buscando, por meio do incentivo financeiro, valorizar e beneficiar atletas amadores representantes de Muriaé em competições de porte municipais, estaduais, nacionais e internacionais. A bolsa poderá ser concedida em quatro modalidades regulamentadas por ato do Prefeito, sendo destinados R$ 200,00 para atletas da modalidade municipal, R$ 400,00 para os da modalidade estadual, R$ 800,00 para nacional e R$1.500,00 para internacional. Para tanto, o projeto institui a Comissão de Seleção, Acompanhamento e Avaliação do Programa que será formada por dois representantes da Secretaria Municipal de Educação, Esportes e Lazer, dois do Conselho Municipal de Esportes e um da Secretaria Municipal de Planejamento e Controle.

Aprovado, o Fundo Municipal de Transito (Fumtran), que tem a finalidade de financiar e implementar programas e projetos relacionados a sinalização, engenharia de tráfego e de campo, fiscalização, policiamento e educação do trânsito, estando vinculado ao Departamento Municipal de Trânsito e Transportes (Demuttran). O Executivo justifica que devido à recente integração do Município ao Sistema Nacional de Trânsito, faz-se necessária, dentre outras medidas, a readequação do arcabouço legislativo do órgão local gestor de trânsito para que possam ser cumpridas as inúmeras atribuições decorrentes da municipalização do trânsito.

A instituição do dia 25 de agosto como o Dia de Estimulo ao Aleitamento Materno foi aprovado, sendo encaminhado para o prefeito para sanção. Criado pelo vereador Dr. José Carlos (PSB), o projeto objetiva promover esta prática que traz grandes benefícios, tanto para a mãe, quanto para o filho. No caso da mãe, reduz rapidamente o peso corporal, restituindo a auto-estima, prevenindo o risco de câncer de ovário e mama e aumentando a proximidade com o filho. Já para a criança transfere anti-corpos de proteção (imunidade passiva) reduzindo a incidência de obesidade, estruturando melhor a arcada dentária e musculatura facial, entre outros benefícios.

Ficou aprovado também a alteração na Lei que regula o serviço de táxi em Muriaé, instituindo a bandeira II nos dias úteis, no horário de 22h às 6h ou a partir do décimo quilômetro rodado e em qualquer horário nos domingos, feriados nacionais, feriados municipais e no mês de dezembro. O executivo acredita que com a alteração, os profissionais desta área alcançarão uma remuneração mais justa e equânime, oferecendo certas garantias a esta categoria que se encontra fragilizada social e economicamente.

Com aprovação do projeto, o município foi autorizado a filiar-se na Associação Mineira de Municípios (AMM) visado o favorecimento do planejamento, bem como a execução, implantação e desenvolvimento de atividades institucionais e culturais, além de obter apoio, orientações e suporte técnico para o desenvolvimento de ações conjuntas, com objetivo de atender os interesses da municipalidade.

A fim de atender exigências das leis de Transparência e de Acesso à Informação com à disponibilização de ferramentas adequadas, foi autorizada a filiação do Demsur, por meio de termo de adesão, à Associação Brasileira de Ouvidores/Ombudsman (ABO), seção Minas Gerais, buscando não apenas conhecer, como atender, os interesses dos cidadãos, zelando por seus direitos, de forma a utilizar a ouvidoria adequadamente como um instrumento de gestão pública.

Foi autorizado ainda o projeto que possibilita a transferência de recursos financeiros da Fundarte para a Liga Carnavalesca de Muriaé e Sociedade Musical União dos Artistas com a finalidade de contribuir para execução e organização do desfile do Carnaval 2018, com a participação das agremiações locais, fomento as atividades carnavalescas e contribuindo para a manutenção e aperfeiçoamento da União dos Artistas, a fim de incentivar a formação de novos músicos na Escola Municipal de Música Leonel Vargas.

Por fim, ficou oficializada a denominação de Terminal Tatão Levate, o terminal de integração de transporte público coletivo de Muriaé, localizado na Avenida Juscelino Kubitschek, atrás do Terminal Rodoviário e da Prefeitura de Muriaé. O terminal foi criado em atendimento de uma antiga necessidade da população, permitindo a integração entre diversas linhas de ônibus municipais, ampliando a atendimento aos bairros mais periféricos e proporcionando economia aos usuários que, com um único bilhete, poderá utilizar mais de um ônibus. A escolha do nome é uma homenagem a memória deste grande empresário, político e cidadão, bem como seus familiares, devido a seu grande destaque na vida pública no município.

Pedidos de vistas protelaram a votação de dois projetos

Dois projetos de autoria do Executivo tiveram os pedidos de vistas aprovados pelos vereadores e serão discutidos e aprovados na próxima reunião. Um deles, teve o pedido de vistas efetuado pelo vereador Reginaldo Roriz (PSD) e trata da instalação, funcionamento, utilização da administração e da fiscalização dos cemitérios e crematórios e a execução de serviços funerários no Município de Muriaé.

O outro, revoga a Lei Municipal nº 2631, de 16 de maio de 2002 e suas alterações, que dispõe sobre a criação de Bolsas de Estudo para estudantes residentes em Muriaé e matriculados em curso de nível Superior de formação para o Magistério na Educação Básica. O motivo alegado pelo Município para a revogação desta Lei é o fato de já existir uma Lei Federal que regula exaustivamente esta matéria em todo o território nacional.

Ricardo Bersan, Procurador do Município, esteve na reunião para esclarecer dúvidas sobre a necessidade legal de revogação desta lei e sobre a lei federal que regula os estágios no país. O pedido de vistas foi realizado pelo vereador Devail Gomes (PP) atendendo uma reivindicação de vários estagiários presentes a reunião que gostariam de conversar com o Executivo antes da votação do projeto.

Fonte: CMM

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.