Prefeito assina convênio para a construção de 617 novas casas populares



Em reunião realizada na manhã desta segunda-feira no Centro Administrativo, a Prefeitura de Muriaé e o Banco do Brasil (BB) firmaram convênio para a construção de até 617 novas moradias populares no distrito de Vermelho. Além de representantes das duas instituições, o encontro teve ainda as presenças do deputado federal Renzo Braz, do vereador Devail Corrêa e de sócios-proprietários da empresa SRQ Construções, que ficará responsável pelas obras.

Ao contrário dos projetos anteriores do programa “Minha Casa, Minha Vida” no município, deverão ser construídas apenas casas – o Residencial Nova Muriaé, inaugurado em 2011, conta com 76 sobrados de dois andares, enquanto o conjunto habitacional que está sendo erguido no bairro Dornelas II terá 10 prédios de quatro pavimentos. As novas moradias serão destinadas a famílias com renda de até três salários mínimos.

– A Prefeitura irá fazer o cadastro de famílias e enviar a listagem ao Banco do Brasil. A palavra final sobre os contemplados pelas casas será do banco – explica o prefeito.

A expectativa é que as obras comecem já nos próximos dias. A novidade é que, desta vez, as casas terão aquecedores solares, permitindo a economia de energia elétrica. O projeto, orçado em R$32 milhões, prevê ainda a construção de uma área de convivência para os futuros moradores do conjunto habitacional.

BB como agente financiador

Conforme anunciado pelo Ministério do Planejamento no ano passado, o Banco do Brasil também passa a atuar como agente financiador do “Minha Casa, Minha Vida” – até então, apenas a Caixa Econômica Federal fazia esse papel. De acordo com o superintendente regional da instituição, Alexandro Rabelo, Muriaé é o primeiro município a firmar convênio com o BB para a construção de moradias populares.

Fonte: Prefeitura Municipal

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.