Prefeitura de Muriaé poderá pegar empréstimo de R$ 3 milhões junto ao BDMG



O prefeito Grego sancionou, nessa quarta-feira (27), as Leis 5.547/2017 e 5.548/2017 que autorizam o município de Muriaé a contratar junto ao Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais S/A (BDMG) um empréstimo de até R$ 3 milhões. Deste total, a Lei 5.547/2017 estabelece que metade seria destinada a construção, ampliação e/ou reforma de edificações públicas municipais. A outra metade, de acordo com a Lei 5.547/2017, seria investida em obras de infraestrutura ubrana.

A proposta passou pela Câmara Municipal, apenas o vereador Jair Abreu (PT) foi contra. A votação aconteceu na última terça-feira (26). “Não tivemos tempo para debater o projeto, que chegou na parte de manhã e foi votado já a tarde. Não vou votar mais votar quando acontecer algo do tipo. Isso é um desrpeito! Sem falar que o projeto não está claro, especificando para quais projetos serão destinados os recursos”, disse o vereador Jair Abreu.

Na justificativa da proposta enviada a Casa, o prefeito Grego afirmou que o objetivo é contribuir com o desenvolvimento do município. “Tal contratação busca a obtenção de créditos destinados ao financiamento de obras de infraestrutura urbana, almejando o pleno progresso do município”, esclareceu Grego.

Embora o projeto tenha sido aprovado pela Câmara Municipal e já sancionado pelo prefeito, o empréstimo ainda depende de liberação junto ao BDMG.

Ex-prefeito já havia tentado empréstimo semelhante

No final de 2015, o ex-prefeito Aloysio Aquino enviou a Câmara Municipal um projeto semelhante, mas que previa a contratação de um empréstimo de até R$ 2,5 milhões. A proposta não chegou a ser votada por falta de quórum. Já no início de 2016, o ex-prefeito voltou a enviar o projeto a Casa, mas ele não chegou a ser apreciado pelos vereadores.

Fonte: Guia Muriaé

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.