Polícia Civil de Muriaé apreende jovens envolvidos em caso de esquartejamento



A Polícia Civil de Muriaé apresentou, na tarde de terça-feira (19), os jovens suspeitos de participarem no crime de esquartejamento de Wendel Correa de Almeida, 37 anos, vulgo “Cabeção”. Dois menores, um de 16 e outro de 17 anos, e outro jovem de 18, que na data do homicídio ainda não havia completado a maior idade, foram acautelados por ordem judicial. As investigações apontaram a participação dos jovens no crime.

O caso aconteceu no fim do mês de setembro, no dia 26, o corpo de um homem foi encontrado esquartejado no Rio Muriaé, na altura da Estrada do Ivaí, a cerca de 3 Km do bairro Santo Antônio. Parentes da vítima reconheceram o corpo no Instituto Médico Legal devido a sinais particulares. O reconhecimento será comprovado agora através exame de DNA. Outros cinco suspeitos já haviam tido prisão preventiva decretada, incluindo uma mulher.

As investigações do caso foram realizadas pela equipe do Dr. Rangel Matinho, trabalharam no caso os investigadores Dutra, Evandro e George, que contaram com o apoio fundamental da Polícia Militar, que efetivamente prendeu os envolvidos.

Fonte: Guia Muriaé

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.