Polícia Militar prende homem de Muriaé que assaltou loja em Cataguases



A polícia recuperou todo o dinheiro roubado na loja em Sereno

Dois marginais de Muriaé vieram a Cataguases na tarde desta terça-feira, 18, para aplicar golpes na cidade. Ao passarem pelo distrito de Sereno, decidiram assaltar uma loja agropecuária. Em frente à loja, desceram da moto, uma Yamaha XTZ, branca, placa KRI-0156, de Nova Friburgo–RJ, e sem tirar os capacetes, entraram armados com um revólver antigo calibre 44, outro de calibre 28, renderam as três pessoas que lá estavam, roubaram R$ 2.400,00 em dinheiro e fugiram em direção a Cataguases.

A Polícia Militar foi acionada e ao chegar na loja, o revelou que toda a ação fora gravada pela câmara de segurança, e exibiu o vídeo aos policiais que puderam ver a moto em que estavam e detalhes como a cor do capacete e as roupas que os ladrões usavam. Com estas informações a PM iniciou buscas na cidade. O soldado Jean, que estava em uma das viaturas próxima à Delegacia, viu uma moto com dois ocupantes cuja descrição era compatível com as dos assaltantes em Sereno e com os colegas, saíram ao encalço dos marginais até conseguirem encurralá-los na rua Beira Rio.

Durante a perseguição, um dos ocupantes da moto, identificado apenas pelo nome de Regiano, conseguiu fugir embrenhando pelo mato às margens do rio Pomba. Seu comparsa, porém, foi preso e identificado como sendo Nicson José Peixoto, de 26 anos, e com ele a Polícia recuperou todo o dinheiro roubado na Agropecuária Sereno, as duas armas usadas no assalto e a motocicleta utilizada por eles que, conforme informou a PM, não está registrada em nome de nenhum dos assaltantes. A Polícia suspeita que os ladrões não fugiram da cidade após praticarem o crime porque iriam se encontrar com outros marginais para, possivelmente, atuarem em conjunto na cidade.

Fonte: Marcelo Lopes

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.