Criança de 7 anos chega em casa e encontra a família morta



Uma tragédia chocou os moradores de Eugenópolis e região na tarde desta quinta-feira (28). Um homem matou a esposa e a enteada com golpes de machado e em seguida se matou. Ele estaria mantendo relações sexuais com a enteada.

Por volta das 13h30, uma menina de apenas 7 anos voltava da escola e encontrou o pai e toda família morta em sua casa no distrito de Queirozes, zona rural de Eugenópolis. A Polícia Militar e a Perícia Técnica foram acionadas e compareceram ao local dos fatos.

Foi apurado pela polícia que Jovaci Marques da Silva, de 50 anos, estava mantendo um relacionamento amoroso com a enteada, Janaína Alves da Silva, de 16 anos. Ela já tinha contado para coleguinhas que o padrasto a estava chamando para morar com ele longe da mãe, Carla Roberta de Souza, de 33 anos, e que isso estava gerando desavença na família. A esposa estava muito chateada com a situação e as brigas eram constantes”, contou o militar”, disse o subtenente Cosme José Lopes, do 5º Pelotão de Eugenópolis, em entrevista ao jornal O Tempo.

De acordo com o militar, o relacionamento dos dois durava cerca de dois meses. Nesse meio-tempo, mesmo com as condições humildes da família, Jovaci teria comprado um celular de última geração para sua enteada e as brigas com sua esposa tornaram-se constantes.

Após os trabalhos da perícia, ficou constatado que filha e mãe foram mortas a golpes de machado, que foi encontrado no local do crime. Após cometer o duplo homicídio, Jovaci tirou a própria vida utilizando uma faca, que foi localizada próximo a seu corpo.

Além da menina de 7 anos, o casal deixa uma criança de 2 anos, que teria sofrimento mental. As crianças ficarão sob cuidados dos tios.

O caso será investigado pela 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Muriaé.

Fonte: Guia Muriaé, com informações do Jornal O Tempo e fotos de Paulo Roberto da Rádio

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.