Justiça Eleitoral cassa e torna inelegíveis prefeita e vice de Faria Lemos



A Justiça Eleitoral cassou e tornou inelegíveis Sueli Cunha Terra (PP) e Fábio da Rocha Benedito Filho (PTB), prefeita e vice, respectivamente, de Faria Lemos.

A decisão da cassação, publicada nessa quarta-feira (17), foi do juiz da 69ª Zona Eleitoral de Carangola, Geraldo Magela Reis Alves, que determinou a cassação da chapa por irregularidades no período eleitoral de 2016.

Segundo ação ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), a chapa teria pago aluguel de uma eleitora durante a campanha de 2016 e ainda prometido a ela a inclusão no benefício de aluguel social, caso a candidata fosse eleita prefeita.

Ainda de acordo com a decisão, Sueli e Fábio ficam inelegíveis por oito anos e podem pagar multa de R$ 30 mil. Os votos da chapa são invalidados e fica determinada a realização de novas eleições ao final do processo.

Como a condenação foi dada em primeira instância, a prefeita e o vice-prefeito ainda podem recorrer.

Fonte: Guia Muriaé, com informações do G1 e foto do Jornal É o Combatente

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.