Polícia Civil prende acusado de tramar a morte de prefeito e vereador de Miradouro



Polícia Civil prende homem que tramava a morte de prefeito e vereador de Miradouro

A Operação “Déjà vu”, da Polícia Civil de Muriaé, prendeu na manhã desta sexta-feira (7) Antonio, conhecido por “Antonio Padeiro”, 73 anos, acusado de tramar a morte de autoridades de Miradouro.

Todo o trabalho teve início após levantamentos feitos pelo investigador George e equipe de Miradouro, sob a possibilidade do acusado ter envolvimento com tráfico de drogas e porte de armas de fogo. Com a autorização da justiça, os policiais realizaram uma escuta telefônica e se surpreenderam com o suspeito em várias ligações entrando em contato com um homem para matar o vereador reeleito Edmar Santa Bárbara, pelo valor de R$ 4 mil, e ainda a execução do prefeito Dr. Wagner para antes do término do mandado, em 31 de dezembro, além de Paulo Roberto, amigo pessoal do prefeito.

A operação foi comandada pelo Delegado Rangel e contou com a participação de investigadores de Muriaé e Miradouro. Na casa do suspeito foram encontrados dois revólveres e munição e no sítio da família foi localizada uma espingarda e mais munições.

O homem foi preso por porte ilegal de armas e a Polícia Civil apura agora se o suspeito é o intermediário ou o próprio autor da idéia de mandar executar as vítimas.

Fonte: Guia Muriaé, com informações Claudio Cordeiro
Foto: Claudio Cordeiro

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.