Polícia Civil prende integrantes de gangue em Juiz de Fora



Na manhã desta quinta-feira (20), a Polícia Civil apresentou três jovens, com idades de 21 e 22 anos, que seriam integrantes da “Gangue do Barracão”, do bairro Vila Olavo Costa.

Os mais jovens, ambos de 21 anos, foram presos pelo assassinato de Thalys Ferreira Damião, 25 anos. O crime ocorreu no dia 14 de abril do ano passado, no bairro Vila Olavo Costa. Eles também estariam envolvidos em outros crimes, entre eles, um homicídio consumado, ocorrido em setembro do último ano, que vitimou Ademilson Ferreira da Silva, 21 anos, no mesmo bairro. A dupla também teria participação na morte de uma mulher de 39 anos, no dia 08 de abril deste ano, no Recanto das Flores.

De acordo com o titular da Delegacia Especializada de Homicídios, delegado Rodrigo Rolli, um dos jovens seria o mentor da gangue. Segundo ele, o outro suspeito, de 22 anos, estaria envolvido na morte de Eric Lucas de Freitas Sabino, de 15 anos. A vítima foi alvejada por diversos disparos de arma de fogo, no dia 19 de novembro do ano passado, no bairro Vila Olavo Costa. “A motivação de todos os crimes estaria ligada ao tráfico de drogas”, informou, complementando que o homem mais velho também teria participação no crime ocorrido no dia 04 de setembro, quando uma casa foi incendiada no mesmo bairro.

As investigações prosseguem.

Fonte: PCMG

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.