Sobe para nove o número de mortes nas chuvas em Minas Gerais



Chega a nove o número de mortos em Minas Gerais em decorrências das chuvas, neste ano. Na sexta-feira (20), a Coordenadoria de Defesa Civil Estadual (CEDEC) confirmou oficialmente a morte do agricultor Jancer Fabiano Ruas, de 30 anos, cujo corpo foi encontrado em um córrego na zona rural de Francisco Sá, no Norte de Minas.

Jancer tentava atravessar um córrego na fazenda Bebedouro, no distrito de Cana Brava, a cavalo, acompanhado da mãe, que estava em outro animal. Ele acabou atingido por uma tromba d’água e arrastado pela enxurrada. O corpo dele foi encontrado na tarde de quinta-feira (19).

Outra morte foi registrada em Aimorés, na Região do Rio Doce. Berenice Bueno Ayres Reis, foi soterrada por um deslizamento de barreira na MG-474. A mulher estava próximo a um carro quando foi atingida pela terra.

Até o momento, 53 municípios foram afetados pelas chuvas. Dez decretaram situação de emergência e 43 comunicaram eventos adversos relacionados à chuva no período. O último município que decretou situação de emergência foi Itambacuri, onde houve inundações de casas depois de os córregos Engenho e Fortuno transbordarem.

O balanço divulgado pela Defesa Civil aponta ainda que 60 pessoas ficaram desalojadas e 29, desabrigadas. Além disso, nove casas foram danificadas no estado.

Fonte: Agência Brasil/Estado de Minas / Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.