Evento traz esclarecimentos sobre Alzheimer e inicia grupo de apoio em Muriaé



O ciclo de palestras sobre Alzheimer realizado na última sexta (29), no Teatro Zaccaria Marques, organizou um grupo de apoio para cuidadores de pacientes com perda de memória. A Prefeitura de Muriaé apoiou a iniciativa que trouxe para os muriaeenses mais informações sobre “Sintomas, cuidados, tratamentos e estatísticas” da doença. As apresentações ofereceram explicações sobre o Alzheimer, levaram conscientização para as famílias presentes e, ainda, mostraram que é necessário haver um cuidador para atender o paciente.

Durante o evento, a organizadora das palestras, Nilza Suhett, também cuidadora, recolheu nomes e telefones das pessoas interessadas em participar do Grupo de apoio que será formado na cidade. Especialistas foram convidados para falarem sobre o assunto. “Nosso propósito é oferecer informações sobre a demência gerada pelo Alzheimer. As repetições de palavras precisam ser entendidas”, disse o geriatra de Volta Redonda (RJ), especializado em demência, José Roberto Arantes.

“Conhecer para cuidar” foi o tema da segunda palestra. “Nosso objetivo é divulgar que o Alzheimer é uma enfermidade incurável que se agrava ao longo do tempo, mas pode ser tratada com muito amor. Eu precisei aprender a cuidar de minha esposa. Foi bem difícil no início, mas aprendi. A minha parte neste projeto é contar a minha experiência como cuidador”, disse o assessor de Conscientização para a Doença do Lions Clube de Volta Redonda, Jorge Pantaleão.

Prefeitura será parceira do “Grupo de Apoio” oferecendo palestras e suporte

A Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde, se tornou parceira do projeto e deverá oferecer profissionais para realizarem palestras nas reuniões do “Grupo de Apoio”. “Neste momento, a família precisa estar preparada para enfrentar as dificuldades, entendendo mais sobre as fragilidades do doente e recebendo orientações sobre os cuidados com a alimentação, a necessidade de fisioterapia, entre outros”, lembrou o secretário Adjunto de Saúde, Wescley de Souza.

O prefeito Grego ressaltou as dificuldades enfrentadas pelos parentes. “Quando os nossos idosos começam a ter a memória comprometida é o momento de unirmos forças e decidirmos quem irá se responsabilizar por eles. Fica claro que eles não saberão mais se virar sozinhos. Foi para auxiliar familiares e cuidadores, em um momento de sofrimento, que decidimos nos unir aos organizadores do ‘Grupo de apoio’ e investir na construção de um novo caminho para os doentes de Muriaé”, informou o prefeito Grego.

Fonte: PMM

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.