Muriaé e outras cidades da Zona da Mata apresentam baixa umidade



Muriaé e outras cidades da Zona da Mata apresentam baixa umidade

Assim como em boa parte do país, uma onda de baixa umidade atinge o estado. Hoje, segundo o 5º Distrito de Meteorologia, São João del Rei registrou mínima de 25%, Muriaé 34%, Juiz de Fora 43%, Barbacena 44% e Viçosa 49%. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a umidade abaixo de 30%, representa estado de atenção.

Vários fatores influenciam na umidade do ar, tais como a temperatura, cobertura vegetal, quantidade de edificações, presença de rios, lagos, mares, etc. O vapor de água presente no ar atmosférico pode desencadear nevoeiros, neblinas, orvalhos, geadas, etc.

A umidade do ar de um determinado local interfere diretamente na qualidade de vida dos habitantes. Baixas umidades podem gerar problemas respiratórios, sangramentos nasais, desidratação, etc. Já as altas umidades podem provocar tonturas e proliferação de fungos.

Via Mega Minas, com informações do Brasil Escola.

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.