Home / Notícias / Região / Mulher é atacada por cobra urutu-cruzeiro

Mulher é atacada por cobra urutu-cruzeiro

Uma mulher de 35 anos foi atacada por uma cobra venenosa, na noite dessa sexta-feira (24), na zona rural de Barbacena, no Campo das Vertentes.

O ataque aconteceu, por volta das 18h30, na localidade conhecida como Ponto Chique. No local, o Corpo de Bombeiros deparou com a vítima sentada em uma estrada vicinal apoiada por familiares. Ela relatou ter sido atacada por uma serpente, a qual os militares verificaram se tratar da espécie urutu-cruzeiro.

Já estava escurando quando a vítima retornava para sua casa pela estrada. Ela não percebeu a presença da cobra, quando foi picada no calcanhar do pé esquerdo, uma vez que calçava uma sandália. Rapidamente, familiares conseguiram deter e matar o animal.




Os bombeiros verificaram que a vítima estava consciente, mas relatava fortes dores de cabeça, que poderia dar início a um dos sintomas da picada da serpente.

A vítima foi socorrida e levada para o Hospital Regional, onde ficou sob cuidados médicos. Os bombeiros levaram também o animal para facilitar o trabalho dos médicos quanto à aplicação do soro antiofídico específico para picada do réptil.

Cobra urutu-cruzeiro




A cobra urutu-cruzeiro é da família Viperidae, a mesma da jararaca cascavel e surucucu. Ela ocorre na região centro-oeste e sudeste do Brasil. Sua picada é venenosa, sendo que o soro antiofidico deve ser aplicado imediatamente.

É classificada na série solenóglifa quanto ao tipo de dentição. Nos botes é muito venenosa e chama a atenção pela cor muito forte na pele. Ela é conhecida com o nome de “cruzeiro” por ter um desenho em forma de cruz sobre a região da cabeça.




Assista ao vídeo que mostra um pouco sobre a cobra urutu-cruzeiro:

Fonte: Guia Muriaé

Confira também

Homem é morto a facadas durante churrasco em bar em Dona Euzébia

Um homem de 38 anos foi assassinado, na tarde deste sábado (14), em Dona Euzébia. …

3 comentários

  1. Agora só falta a ambiental multar quem matou a cobra, se não for preso!

  2. Esta errado quanto ao gênero da serpente, ela pertence ao gênero brothopos, mesmo da jararaca sim, porém não tem nada a ver com cascavel.kkk

  3. Venenoso é quando o animal produz toxina mas precisa de ação mecânica para a inoculação, ou seja, precisa ser tocado ou apertado para se envenar. Já o termo peçonhento que é o caso dessa serpente, é quando o animal produz toxina e consegue inocular. Portanto a serpente apresentada é peçonhenta e não venenosa.

Deixe uma resposta para José Flédis Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *