Home / Notícias / Cidade / Casa da Menina anuncia fechamento após decreto de promotor de justiça

Casa da Menina anuncia fechamento após decreto de promotor de justiça

Casa da Menina em Muriaé

Em comunicado oficial, a direção da Obra Unida Casa da Menina, presidida por Celeste Dutra, informou o encerramento das atividades da instituição em Muriaé.




Fundada oficialmente em 17 de julho de 1962, a Casa da Menina recebia regularmente doações de alimento, roupas e material de limpeza, mas passava por dificuldades financeiras. Atualmente, a instituição recebia apenas a a doação fixa e mensal feita pela Prefeitura de Muriaé, no valor de R$ 1.100,00.

Uma reunião realizada no início do mês, entre o Conselho Central de Muriaé da Sociedade São Vicente de Paulo (à qual a Casa da Menina é vinculada) e o Conselho Metropolitano de Juiz de Fora, foi feita para apurar denúncias que vinham sendo feitas desde 2012. A partir daí, a Prefeitura realizou uma vistoria na instituição, detectando a necessidade de reformas em seu prédio. Contudo, devido à falta de recursos, não foi possível executar a obra.

Devido às denúncias e a partir de uma reunião entre os responsáveis pela Casa da Menina e representantes da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, o promotor de Justiça de Muriaé Fábio Laureano decretou o encerramento das atividades assistências prestadas pela instituição.




As meninas atendidas pela Casa terão suas situações regularizadas até o dia 1º de agosto. Serão feitas suas transferências escolares das crianças e elas serão encaminhadas para os projeto Pró-Criança de seus bairros.

Ainda no comunicado, a direção agradeceu a todos os muriaeenses que, ao longo destes 50 anos, contribuíram com a instituição: “Foi através desses gestos que completamos meio século de serviços prestados, seremos eternamente gratos a todos que doaram e nos ajudaram a manter nossas portas abertas até hoje”, destaca o documento.




Histórico

A Casa da Menina foi fundada por Maria de Jesus Carneiro (Dona Santinha) e Abílio Alves de Matos (Seu Biloca). Em 1961, começou a funcionar na Rua Júlio Brandão, prestando atendimento a 11 meninas. Sete anos depois, em 1968, a entidade mudaria para seu atual endereço, na Rua Lídio Bandeira de Melo, ao lado da Igreja da Barra.

A instituição funcionou como orfanato até o ano de 2000. Atualmente, 31 meninas, entre 5 e 12 anos, recebem atendimento na Casa da Menina. Elas chegam à instituição na segunda-feira, bem cedinho, e só vão embora na sexta-feira à tardinha. Durante a semana, elas cumprem uma rotina que inclui reforço escolar, cursos de pintura, bordados, trabalhos em MDF e contação de histórias. Participam também de atividades lúdicas e recebem apoio pedagógico e aconselhamento.

Fonte: Guia Muriaé, com informações da Rádio Muriaé
Foto: Silvan Alves

Confira também

Hospital do Câncer de Muriaé abre oportunidades de emprego

O Hospital do Câncer de Muriaé da Fundação Cristiano Varella abriu novas vagas de emprego. …

3 comentários

  1. É LAMENTÁVEL.

  2. ITALO JOSE MANNARINO

    Srs.Responsáveis:
    O moderador desse site deveria se compartibilizar com as palavras, porque a nota supra nada tem a ver com o comentário que lhes enviei.Ítalo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *