‘Minas Consciente’ orienta que microrregião de Muriaé regrida para Onda Vermelha

A microrregião de Muriaé, composta pela cidade e outros 10 municípios da região, apresentou um um aumento de casos do coronavírus e vai retornar a onda vermelha do programa Minas Consciente, que recomenda o que deve ou não funcionar nos municípios durante a pandemia. O anúncio foi feito na tarde desta quinta-feira (14) pelo Governo de Minas.

A decisão final ainda depende do prefeito de cada cidade da microrregião.

Municípios afetados pela mudança

Confira a lista de municípios da microrregião de Muriaé (incluindo aqueles que ainda não aderiram ao Minas Consciente):

Antônio Prado de Minas (não aderiu)
Barão do Monte Alto
Eugenópolis
Miradouro
Miraí
Muriaé
Patrocínio do Muriaé (não aderiu)
Rosário da Limeira
São Francisco do Glória
São Sebastião da Vargem Alegre
Vieiras (não aderiu)

Situação nas demais microrregiões na Zona da Mata

Veja a situação das microrregiões das regiões:

Micro de Além Paraíba: continua na Onda Vermelha;
Micro de Juiz de Fora/Lima Duarte/São João Nepomuceno/Bicas: deve ir para a Onda Vermelha;
Micro de Leopoldina/Cataguases: continua na Onda Vermelha;
Micro de Ubá: continua na Onda Vermelha;
Micro de Viçosa: deve ir para a Onda Vermelha;
Micro de Santos Dumont: deve ir para a Onda Verde;
Micro de Carangola: deve ir para a Onda Amarela.

Onda Vermelha

A mais restritiva do Minas Consciente, em que somente os serviços considerados essenciais são permitidos, como:

– Supermercados, padarias, lanchonetes, lojas de conveniência;

– Restaurantes e bares (somente para delivery ou retirada no balcão);

– Açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros;

– Serviços de ambulantes de alimentação;

– Farmácias, drogarias, lojas de cosméticos, lavanderias, pet shop;

– Bancos, casas lotéricas, cooperativas de crédito;

– Vigilância e segurança privada;

– Serviços de reparo e manutenção;

– Lojas de informática e aparelhos de comunicação;

– Hotéis, motéis, campings, alojamentos e pensões;

– Construção civil e obras de infraestrutura;

– Comércio de veículos, peças e acessórios automotores;

– Além de qualquer atividade que possa ser feita a distância, por delivery ou sem a entrada dos consumidores nos estabelecimentos.

Fonte: Guia Muriaé


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo