Prefeitura de Muriaé decreta estado de emergência

O prefeito de Muriaé, Grego (DEM), anunciou nesta quarta-feira (31), em coletiva de imprensa, estado de emergência financeira.

O Governo de Minas Gerais, diante de uma crise sem precedentes, tem uma dívida de mais de R$ 61 milhões com o município.

– A Prefeitura já vem há bastante tempo adotando medidas de contenção de despesas e acabar com desperdícios. Desde o ano de 2017 já estamos convivendo com atrasos dos repasses por parte do Estado. Adotamos esta medida porque queremos continuar mantendo nossos compromissos – disse o prefeito.

A medida tem como principal objetivo manter o pagamento dos servidores em dia, para ela não entrar em colapso.

– Os servidores recebendo em dia fazem o dinheiro girar dentro do município. Atrasar o pagamento causaria um efeito cascata e prejudicaria toda sociedade – afirmou.

Entre as medidas que serão tomadas de imediato estão:

– Redução de gastos com combustível, Correios, energia, entre outros;

– Horário especial para funcionamento das repartições públicas, de 12h às 18h. Serviços essenciais continuam normalmente;

– O pagamento dos servidores poderá ser feito até o quinto dia útil;

– Suspensão de ordens de serviços, compras e obras, etc. O que está em andamento será mantido, mas não serão feitos novos compromissos.

O decreto tem validade de 120 dias, começando a valer a partir do dia 1° de novembro.

Fonte: Guia Muriaé


4 Comentários

  1. Diante da crise, pq não baixam salários, prefeito, vice e todos os secretários? 50% a menos ajudaria muito, a exemplo do Sérgio Meneguelli prefeito de Colatina, salário $ 7.500, 00, que já é muito.

    1. Aqui em Eugenopolis fizeram o mesmo decreto, acho que é so mais um golpe, pq se esta em crise pq tanta gente ganhando atoa, salarios desnecessários q poderiam esta servindo para outros gastos, cade os depurados q dias atrás estavam mostrando grandes feitos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre