Procon de Muriaé oferece dicas para economia de energia elétrica



O Procon de Muriaé, unidade administrativa da Prefeitura, vem realizando pesquisas e estudando medidas, desde janeiro, para reduzir o impacto que o aumento do preço da energia elétrica vem causando no orçamento dos consumidores. O órgão reuniu um conjunto de dicas com o objetivo de diminuir gastos das famílias e auxiliar no controle financeiro dos muriaeenses.

Segundo o órgão, a conta de energia não deverá comprometer mais do que 5% do valor total da receita familiar. “Não deixe de desligar completamente os aparelhos que estejam sendo usados. Deixá-los em ‘stand-by’, ou seja, com a luzinha acesa, pode aumentar de 10 a 15% o consumo. A televisão é um exemplo disto. Não devemos também dormir com ela ligada. O celular é outro eletroeletrônico de uso diário que precisa ser carregado e, em seguida, ter o carregador retirado da tomada, pois, do contrário, continuará gastando energia”, explicou o responsável pelo Setor de Atendimento do Procon, Jacy Oliveira.




Outras medidas podem ser tomadas para economizar. No momento de comprar um aparelho, o consumidor deve escolher modelos que tenham classificação “A” no selo do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel).

Geladeira, ar condicionado e chuveiro são “vilões” na conta de energia

O site SOS Consumidor (http://www.sosconsumidor.com.br/) oferece dicas sobre o assunto. Ensina que, para usar o ar condicionado, é necessário fechar portas e janelas. Esclarece também que a melhor maneira de reduzir gastos é alternar o ar com o ventilador de teto, ou deixar o ar no mínimo e ligar o ventilador. Neste sentido, a economia pode chegar a 80% na conta de luz.

No que se refere à cozinha, a instrução é para desligar na tomada todos os aparelhos domésticos que estejam em desuso. A coordenadora do Procon, Marília Fonseca, ressalta outras dicas. “Precisamos ficar atentos ao abrir e fechar a geladeira excessivamente. Isto consome muita energia. Deixar acumular gelo também aumenta o consumo. No chuveiro, economiza-se bastante ao fecharmos a água para ensaboar. E, em relação às roupas, a melhor dica é que se deixe acumular mais peças, para lavar e depois passar todas juntas. Isto contribui para a redução das despesas”, explicou.

Fonte: PMM

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.