Home / Notícias / Entretenimento e cultura / Livro sobre miradourense que virou homem de confiança de JK será lançado em Miradouro e Muriaé

Livro sobre miradourense que virou homem de confiança de JK será lançado em Miradouro e Muriaé

Como um sujeito nascido em Miradouro pôde se tornar homem de confiança de Juscelino Kubitschek que, por sua vez, filho de uma professora de Diamantina, alcançou o posto de Presidente da República? As coincidências seriam mero acaso? Como José Alcino Bicalho, nascido na prístina Santa Rita do Glória, primogênito de um farmacêutico prático, órfão de pai aos 11 anos, tornou-se Cônsul do Rei do Marrocos?

Essa é a história que a autora Rosana Areal de Carvalho (foto) conta no livro “O Cônsul do Rei – José Alcino Bicalho”, que será lançado nesta sexta-feira (7) em Miradouro, às 17h, na Câmara Municipal. No sábado (8), o lançamento acontece em Muriaé, às 17h, na Escola São Paulo.




O projeto foi viabilizado pela Lei de Incentivo à Cultura da Secretaria de Cultura do Estado Minas Gerais.

Sobre

Na trajetória espetacular mas verossímil de O Cônsul do Rei, que caminhos José Alcino Bicalho trilhou? Que escolhas fez? Seguiu um plano? Quais eram seus projetos? Em que medida se realizaram? Que fatos alheios interferiram nos seus planos?




Inserida deliberadamente na História do Brasil e tendo nesta seus pontos de inflexão como roteiro objetivo do percurso, O Cônsul do Rei narra a trajetória de José Alcino Bicalho: brasileiro, nascido no interior das Minas Gerais, e que teve uma vida longa – foram 96 anos de atividade e lucidez mental, moral e política –, profícua e inspiradora.

Esse fatos teriam influenciado a vida de José Alcino? Em que medida? O habitante comum é aquele que menos se vê afetado pelos acontecimentos externos? Como dizem no interior de Minas: a melhor cidade para se viver é aquela que não é notícia. Mas, sem dúvida, não foi assim com José Alcino. Mas, poderia ter sido. O que ocorreu?




O Cônsul do Rei é uma inspiradora e emocionante história real, construída entre o rigor da cátedra acadêmica e o vigor da admiração pela história humana. Ao final, tem-se a compreensão do porquê essa trajetória singular mereceu ser inscrita na História coletiva do Brasil. Enfim, uma figura que merece ser conhecida e reconhecida por todos os brasileiros, principalmente nos dias de hoje, como exemplo de esforço e realização, comprovando que o progresso que se alcança individualmente com integridade, empenho e honradez, iniludivelmente repercute positivamente em benefícios do bem coletivo da sociedade.

Autora

A autora é licenciada em História pela Universidade Federal do Mato Grosso e doutora em Ciências Humanas pela Universidade de São Paulo. Professora de História da Educação na Universidade Federal de Ouro Preto, desenvolve pesquisas nesse campo, com ênfase na história dos intelectuais vinculados à educação e das instituições escolares.

Fonte: Biografa

Confira também

Filme “Annabelle 3” estreia na próxima quinta no Cine Veredas em Muriaé

Entra em cartaz nesta quinta-feira (27), no Cine Veredas em Muriaé, o filme “Annabelle 3 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *