Espionar celular do cônjuge poderá dar cadeia e multa de R$ 440 mil



Aqueles que têm o hábito de “espionar” o aparelho celular do seu companheiro(a) poderão ser presos e multados em até R$ 440 mil na Arábia Saudita.

– As pessoas casadas que planejarem espionar a esposa ou o esposo na Arábia Saudita deverão pensar duas vezes porque a atividade poderia custar-lhes multa de 500 mil rials (cerca de R$ 440 mil), além de uma pena de um ano de prisão – destacou o Ministério da Informação.

A pena máxima e a multa podem ser aplicadas em casos nos quais o marido/mulher repasse informações obtidas com a invasão. Caso as informações sejam apenas acessadas e não enviadas, a pessoa poderá levar apenas uma advertência de um juiz.




Com a nova lei, as autoridades da Arábia Saudita esperam “proteger a moralidade dos indivíduos e da sociedade, mas também a vida privada”.

A Arábia Saudita é um dos líderes mundiais em uso por habitante de aplicativos para celulares e redes sociais.

Fonte: Guia Muriaé, com informações da FP

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.