Câmara de Guiricema investiga suposta funcionária fantasma na Prefeitura



Na tarde de quinta-feira o Presidente da Câmara, José Teixeira Rodrigues Júnior, foi surpreendido com a informação de que a neta do Assessor Jurídico Municipal estava registrada como estagiária no gabinete do Prefeito, confirmando a informação através do portal da transparência. Porém o assunto repercutiu nas redes sociais e também no plenário da Câmara.

Para o Juninho a contratação da neta do Assessor Jurídico estava descaracterizando a proposta d Projeto de Lei de Bolsas de Estudos, aprovado em 2017 pela Câmara. “Não chegou ao meu conhecimento a realização de um processo seletivo e eu também nunca vi essa estagiária trabalhando na Prefeitura”, disse. “Sem contar que as bolsas devem contemplar pessoas carentes moradoras de Guiricema, não de Visconde do Rio Branco”.




O vereador Rafael magno de Moura lamentou a situação, lembrando ainda que a filha de um grande fazendeiro do município também está sendo contemplada com a bolsa de estágio. “É uma vergonha destinar bolsas para parentes e familiares enquanto há muitas pessoas que realmente necessitam dessa oportunidade para seguir com os estudos”, disse.

Em sua palavra o vereador José Adilson, que trabalha na Prefeitura, garantiu não existir a funcionária Eduarda Barbieri Rodrigues exercendo função de estagiária no gabinete do prefeito. “Eu frequento a Prefeitura todos os dias e nunca vi ninguém exercendo essa função dentro do gabinete”, disse. “Há muitos pais de família que não tem condições de pagar os estudos de seus filhos e a atual administração criou uma vaga para funcionário fantasma”.

O vereador Josimar disse ter votado no Projeto das Bolsas para dar acesso às pessoas carentes, destacando não conhecer a menina Eduarda, contratada como estagiária. O vereador Arilson destacou que a situação é vergonhosa, sendo que o Projeto foi aprovado para beneficiar pessoas carentes do município, estando disposto a levar a denuncia à diante. O vereador Célio disse que foi a favor do projeto e seria favorável novamente, pois o projeto tem vocação para contemplar pessoas carentes, porém desconhece o fato de contratação da neta do Assessor Jurídico. Já o vereador André se limitou a dizer que votou em um projeto que visava beneficiar pessoas carentes do município.

Cientes do fato, o presidente ressaltou que buscará esclarecimentos do Executivo e satisfações em relação ao processo de escolha de parentes e familiares, que ainda não se encaixam na classificação de carência.

Prefeitura de Guiricema rebate acusações

A Prefeitura de Guiricema emitiu uma nota se posicionando sobre o caso. Confira na íntegra:

Fonte: CMG

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.