Home / Notícias / Região / Edital do Polo Audiovisual valoriza novos talentos regionais

Edital do Polo Audiovisual valoriza novos talentos regionais

No dia 21 de fevereiro, terça-feira, às 18h30, será realizado em Cataguases, no Estúdio Escola Fábrica do Futuro (PINA), o evento para divulgação dos resultados do 2º Edital Usina Criativa de Cinema, uma iniciativa voltada para novos realizadores audiovisuais da Zona da Mata. Como na edição anterior, os vencedores receberão recursos financeiros e consultorias especializadas em todas as fases de produção de seus curtas, que devem ser inéditos e originais, em qualquer gênero: ficção, documentário, animação e experimental.

Em 2017, o Edital Usina Criativa de Cinema superou expectativas, com um total de 23 inscritos, sendo 13 de Cataguases, quatro de Ubá, dois de Leopoldina, dois de Muriaé, um de Visconde de Rio Branco e um de Descoberto. Um desafio para a Comissão de Seleção, formada por profissionais reconhecidos no mercado audiovisual brasileiro, que irão apontar os quatro projetos que melhor atenderam os critérios exigidos. Uma 5ª proposta será contemplada na categoria Diretor Convidado, como previsto no Edital.




Na programação, destaque para a exibição do curta-metragem “Rainha”, da cineasta carioca Sabrina Fidalgo, diretora convidada no 1º Edital. E ainda, será exibido o mini-documentário “Correndo Atrás” (foto), sobre os bastidores do longa-metragem de mesmo nome, gravado no segundo semestre de 2016 em Muriaé. O mini-documentário foi produzido por Jader Barreto Lima e Rafaella Lima, selecionados no 1º Edital Usina 2016 com o curta “De Quando em Vez”.

Na sequência, aquecendo o clima de pré-carnaval, um show com a cantora e compositora leopoldinense Thaylis Carneiro, vencedora como Melhor Trilha Sonora no 1º Edital. Para encerrar, uma apresentação da Bateria Fúria da Águia, de Cataguases, que fez uma participação especial no filme Rainha.

O Edital Usina Criativa de Cinema é uma iniciativa da Agência de Desenvolvimento do Polo Audiovisual da Zona da Mata de Minas Gerais em parceria com o Instituto Fábrica do Futuro e a Fundação Cultural Ormeo Junqueira Botelho, com o patrocínio da ENERGISA, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais.




Saiba mais

O curta “Rainha” foi gravado nos barracões das Escolas de Samba de Cataguases em fevereiro do ano passado. Em 2016, no 4º Festival Ver e Fazer Filmes, venceu nas categorias Melhor Atriz, Ator Coadjuvante, Figurino e Som. Na mostra Panorama Carioca do Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro, o filme conquistou o prêmio pelo Júri Popular como Melhor Filme.




O curta “De Quando em Vez”, também selecionado no Edital Usina 2016, dirigido por Jader Barreto Lima foi vencedor como Melhor Filme pelo Júri Técnico e pelo Júri Popular e mais três categorias no 4º Festival Ver e Fazer Filmes.

O longa “Correndo Atrás”, do diretor paulistano Jeferson De, foi rodado em Muriaé em setembro passado. A trama é inspirada no livro “Vai na bola, Glanderson”, do ator e humorista Hélio de Peña e traz no elenco Aílton Graça, Aílton Graça,Juan Paiva, Lázaro Ramos, Juliana Alves, entre outros grandes atores.

Fonte: Polo Audiovisual da Zona da Mata de MG


Confira também

Suspeito de tráfico é preso em Carangola com drogas sintéticas raras

Em ação conjunta realizada nessa segunda-feira (25), em Carangola, a Polícia Civil de Minas Gerais …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Experimentoe o Novo Livre