Home / Notícias / Região / Encontrado corpo de homem que espancou mulher quase até a morte

Encontrado corpo de homem que espancou mulher quase até a morte

Jonas Amaral: companheiro da vítima e principal suspeito da tentativa de feminicídio
Um corpo foi encontrado, na manhã desse sábado (23), na região de Forquilha do Rio, em Dores do Rio Preto, no Caparaó capixaba.

O advogado da família de Jonas do Amaral, de 34 anos, confirmou que o corpo encontrado é de Jonas. Ele estava desaparecido desde o dia 04 de março, após espancar a então namorada Jane Cherubim.

O crime ocorreu na madrugada do dia 4 de março, por volta das 3h, após o casal sair do trabalho. Eles seguiriam de carro para Espera Feliz, onde moravam, porém Jonas tomou outro rumo e acabou espancando a sua namorada por ciúmes. Ela foi abandonada na rodovia e acabou sendo encontrada por seus irmãos. Ela estava seminua, desmaiada e totalmente desfigurada.




Um mandado de prisão em desfavor de Jonas chegou a ser expedido no dia posterior a tentativa de feminicídio e até então familiares acreditavam que ele havia sido assassinado.

O local onde o corpo foi encontrado fica em uma região de mata próximo à entrada capixaba do Pico da Bandeira e também perto de onde a vendedora Jane Cherubim foi localizada pelos irmãos após ser espancada por Jonas no dia 04 de março.

Embora o advogado tenha confirmado que o corpo seja de Jonas, a Polícia Civil informou que o corpo estava em avançado estado de decomposição e que seria encaminhado para o Serviço Médico Legal (SML) de Cachoeiro de Itapemirim (ES) para exames periciais para identificação da vítima, uma vez que, de acordo com a corporação, ainda não há indícios que o corpo seja de Jonas Amaral.




As investigações da Polícia Civil apontavam que Jonas estava vivo. No dia 07 de março uma conta bancária foi aberta em seu nome, em uma agência em Espera Feliz. “É muito triste esse resultado. Pra mim, ele estava vivo. A gente tinha vários indícios de que ele estava vivo. No dia 07, ele abriu uma conta em um banco. Estamos apurando em que circunstâncias. Parece que foi suicídio. Mas a perícia que vai confirmar se foi suicídio ou homicídio. O banco vai informar como foi aberta essa conta. Segundo a gerente, tem um tipo de conta que não precisa da presença da pessoa”, afirmou o delegado Ricarte Teixeira, que está a frente das investigações.

Fonte: Guia Muriaé, com informações da Gazeta Online

Confira também

IF Sudeste MG abre concurso com vagas para Muriaé, Cataguases, JF, Manhuaçu e Ubá

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *