Energisa começa a informar meta de redução de consumo aos clientes

A partir deste mês clientes da Energisa poderão acompanhar a meta de redução do consumo de energia elétrica para participar do programa de redução voluntária do Governo Federal e o que é preciso para alcançar a meta definida para seu imóvel.

Anunciado no mês passado, o programa dará descontos para quem conseguir reduzir os gastos de energia entre setembro e dezembro de 2021. Faturas impressas desde o dia 1º de outubro já trazem a informação do primeiro mês. Ainda nos primeiros dias de outubro a Energisa disponibilizará para seus clientes, em seus canais digitais, essas informações online.

Na fatura de energia, o cliente encontrará a informação de sua meta e acúmulo no campo “Atenção”. Lá, a Energisa colocará o seu consumo acumulado estimado para atingir a meta do programa do Governo, o quanto você já conseguiu no mês anterior (nesse mês será divulgado o desempenho de setembro, por exemplo) e o que é preciso para ter direito ao bônus em janeiro de 2022.

Danusa de Oliveira Correa, diretora de Experiência do Cliente do Grupo Energisa, conta que além do acompanhamento pela fatura de energia, será possível também ter essas informações online nos canais digitais da Energisa.

“Nosso objetivo é prestar o melhor atendimento e o melhor serviço para nosso cliente. Por isso, queremos fazer mais do que está previsto na regulação. Se fazer a redução de consumo para alcançar a meta é importante para nossos clientes, queremos oferecer as ferramentas necessárias para contribuir com esse objetivo”, destaca Danusa.

Conforme as regras do programa, no fim dos quatro meses de vigência (setembro a dezembro) será feita uma análise de quanta energia elétrica o cliente conseguiu economizar comparando o consumo de 2021 com o mesmo período em 2020. Se for verificada a redução entre 10% e 20% em relação à meta informada, o desconto será concedido na primeira conta seguinte, em janeiro de 2022. Caso seja alcançada redução superior a 20% em relação à meta, o bônus será calculado em relação à redução de 20%.

Quem economizar menos que 10% não terá direito ao desconto e quem economizar mais de 20% não receberá bônus a mais. O valor a ser recebido será de R$ 0,50 a menos em cada quilowatt-hora consumidor, ou seja, se tiver uma economia de 100 kWh, o bônus será de R$ 50 na conta de luz de janeiro.

Fonte: Energisa


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo