Home / Notícias / Região / Golpistas levam R$ 27 mil de empresário em Manhuaçu

Golpistas levam R$ 27 mil de empresário em Manhuaçu

A Polícia Militar registrou um golpe, nesta quarta-feira (27) aplicado ao proprietário de uma rede de postos de combustíveis de Manhuaçu. Quatro envolvidos no delito foram identificados e estão sendo procurados pela polícia.

Por volta das 10h, a PM foi acionada e compareceu à Praça Cordovil Pinto Coelho, no Centro, onde a vítima, de 46 anos, relatou que havia sido vítima de uma quadrilha de estelionatários. Segundo as informações obtidas, um funcionário da agência bancária entrou em contato com a vítima relatando que um cidadão chegou à agência e apresentou uma requisição de talões de cheques em nome do posto. A assinatura do titular foi conferida e confirmada, por isso dois talões foram entregues ao indivíduo. Aproximadamente duas horas depois, o mesmo indivíduo retornou a agência e realizou o saque de dois cheques. Cerca de trinta e cinco minutos depois, uma mulher, identificada como Cinara Oliveira dos Santos, também sacou dois cheques dos talões do posto de combustível. O valor total sacado em dinheiro pelos dois foi de R$ 18.575,00.

Foi verificado que um terceiro indivíduo depositou mais dois cheques do posto de combustível, nos caixas de auto-atendimento, em duas contas bancárias distintas. Os titulares das contas em que foram depositados um total de R$ 9.200,00 foram identificados como dois moradores da cidade de Uberlândia e que possuem passagem pela polícia. A agência possui câmeras de monitoramento e a ação da quadrilha foi toda registrada. O homem que depositou os cheques nas contas não foi identificado.




Durante a ação, os golpistas não se comunicaram em momento algum, bem como entraram na agência em momentos distintos. Eles se posicionaram estrategicamente em locais em que as câmeras de monitoramento não captam imagens com clareza e ainda tamparam os rostos ao passarem pelas câmeras. A vítima e o funcionário da agência bancária observaram que a assinatura nos cheques confere com a original do banco e foi perfeitamente copiada, sem rasuras.

Os cheques ficaram retidos pela agência bancária, que já os cancelou e emitiu mensagem de alerta as outras agências. A vítima alertou seus funcionários. Cópias de todos os documentos cedidos pela agência bancária foram entregues na Delegacia de Polícia Civil. A PM está em rastreamento e solicita a colaboração da sociedade com o registro de denúncias.

Caso suspeite da ação de golpistas, entre em contato imediatamente com a PM pelo 190. E aos bancários a PM orienta a fazer contato com os titulares das contas antes de autorizar que terceiros realizem transações bancárias, mesmo mediante assinatura.




Fonte: Portal Caparaó




Confira também

Operação conjunta apreende 2 mil pinos de cocaína em Além Paraíba

Nesta quinta-feira (5), a Polícia Civil de Minas Gerais, juntamente com a Polícia Militar, deflagrou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *