Home / Notícias / Região / Jovem é morto com quase 30 tiros em Viçosa

Jovem é morto com quase 30 tiros em Viçosa

Um jovem de 22 anos foi morto com quase 30 tiros, na noite de sábado (10), na cidade de Viçosa.

Por volta das 18h, a Polícia Militar recebeu informações via 190 dando conta de que um rapaz havia sido baleado pela Rua Vereador Ruy de Assis Castro, no bairro Coelhas. De imediato, militares procederam ao local e confirmaram a veracidade dos fatos.

A vítima foi identificada como Charlton Antônio de Oliveira Ferreira e, devido a gravidade dos ferimentos, chegou a ser socorrida pelos policiais, sendo encaminhada ao Hospital São Sebastião, mas não resistiu e veio a óbito.




O médico de plantão constatou 26 perfurações provenientes de disparos de arma de fogo no corpo da vítima e entregou a polícia um projétil que caiu da perna da vítima durante o atendimento médico.

A esposa da vítima disse que estava em casa quando ouviu os disparos. Disse que seu amásio estava voltando da igreja para a casa no momento dos fatos.

A Perícia Técnica compareceu ao local de fato e realizou os trabalhos de praxe, recolhendo na cena do crime 12 estojos de munição, sendo quatro calibre 380 e oito calibre 9 mm, bem como três projéteis. O perito ainda constatou uma freada brusca de carro ao lado de onde aconteceu o crime.




Durante o desenrolar da ocorrência, a PM recebeu denúncias anônimas dando conta de que os autores estariam em um veículo Volkswagen Fox, de cor prata, e que eles teriam tido apoio de um cidadão que estava em uma motocicleta vermelha, de porte alto.

Outra denúncia dava conta de que um morador do bairro Sagrada Família havia jurado a vítima de morte semanas antes dentro do Presídio de Viçosa. A PM realizou rastreamento, contudo ele não foi localizado.




O homicídio será investigado pela Polícia Civil.

Fonte: Guia Muriaé

Confira também

Paraibuna Transportes abre vaga de emprego em Cataguases

A Paraibuna Transportes divulgou uma nova oportunidade de emprego em Cataguases. A vaga é na …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *