Home / Notícias / Região / Polícia Civil prende quadrilha que vendia Glacial com rótulo de Brahma

Polícia Civil prende quadrilha que vendia Glacial com rótulo de Brahma

Sete pessoas foram presas, nessa quinta-feira (1), durante uma operação da Polícia Civil em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Os criminosos trocavam rótulos e tampa de cervejas mais baratas por marcas mais caras.

Após denúncia anônima, a polícia chegou até o bando, cujo líder arrendou uma fazenda na zona rural de Contagem, local este onde alegou que iria produzir cerveja artesanal. Na verdade ele passou a usar o local para uma atividade ilícita.




O “cabeça” da quadrilha adquiria caixas de cerveja de baixo custo, como de Glacial, cuja caixa (de 24 garrafas) é vendida por cerca de R$ 36, e trocava o rótulo e tampa por marcas de maior valor, como Brahma, que vale em média R$ 110 o engradado.

O delegado Regional de Contagem, Christiano Xavier, afirmou que o bando chegou a faturar R$ 400 mil por mês. “A tampa e o rótulo eram todos adulterados. Eles não falsificavam a cerveja. A cerveja realmente existia. O líquido da cerveja era Glacial, mas que era colocado o rótulo e a tampa da Antarctica ou Brahma”, disse.

A Polícia Civil apreendeu diversos maquinários usados para a adulteração. Os funcionários da quadrilha ganhavam em média de R$ 1 a R$ 2 por caixa adulterada.

Um dos presos confessou a participação no crime. “Tenho nada para falar com vocês não. Tenho que falar para o juiz. Eu estava correndo atrás do meu ganha-pão”, afirmou.

Fonte: Guia Muriaé, com informações de O Tempo

Confira também

UFV divulga editais de concurso e processos seletivos para professor

A Universidade Federal de Viçosa (UFV) abriu novas seleções para contratação de professor. A remuneração …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *