Procurador-geral de Justiça cria o Gaeco regional da Zona da Mata

Sede do GAECO em Visconde do Rio Branco. Foto: MPMG
Resolução publicada pelo procurador-geral de Justiça, Antônio Sérgio Tonet, no Diário Oficial do MPMG, do último sábado, 24 de julho, traz a lista das treze unidades do Grupo de Atuação especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) no estado, bem como as respectivas comarcas de cada uma delas e reorganiza o grupo responsável pela região da Zona da Mata, que passa a contar com duas sedes de coordenação, Juiz de Fora e Visconde do Rio Branco, com dois Promotores de Justiça atuando com exclusividade.

Antônio Sérgio Tonet afirmou que a instalação de fato do Gaeco em Juiz de Fora era uma justa e antiga reivindicação dos órgãos de execução criminais e instituições parceiras, como as polícias Civil, Militar, Federal e Rodoviária Federal, da Zona da Mata, que agora pôde ser atendida, apesar de toda a crise vivenciada neste momento.

Tonet acentuou ainda que a divisão em duas coordenações vai aprimorar ainda mais a atuação do Gaeco em uma área de grande abrangência, com o maior número de comarcas atendidas entre todas as unidades – 39 -, e com uma relevância específica devido à proximidade com o estado do Rio de Janeiro. “Temos buscado incessantemente garantir as melhores condições para os órgãos de execução no combate à criminalidade comum e organizada, e os resultados alcançados, reconhecidos pela sociedade e pelas instituições parceiras, aponta que estamos no caminho certo”, disse o PGJ.

Tonet ressaltou que o objetivo da instituição é continuar endurecendo o combate à corrupção e ao crime organizado e, nesse contexto, a estruturação dos Gaecos no estado e os inéditos investimentos em ferramentas tecnológicas, têm trazido grandes resultados para a sociedade. O objetivo é disseminar essas ferramentas não apenas para os Gaecos, mas para todas as áreas nas quais eles possam incrementar o trabalho.

“A imensa capacidade de processamento de dados dos sistemas de análise de big data com inteligência artificial desenvolvidos pelo MPMG eleva a outro patamar as investigações conduzidas pelo Ministério Público. Sabemos que os criminosos se modernizam constantemente em suas formas de burlar a lei, mas nós estamos e estaremos sempre acompanhando essa evolução”, concluiu Tonet.

O coordenador-geral do Gaeco, promotor de Justiça Fabrício José da Fonseca Pinto, garante que a criação da unidade do grupo na Zona da Mata trará, em um curto espaço de tempo, resultados surpreendentes de proteção à sociedade, de forma a levar mais tranquilidade à região. “O combate aos crimes violentos e à corrupção é a tônica da atuação de todos os Gaecos. Nessa vertente a PGJ acertou em expandir o trabalho para dois núcleos que, conjuntamente, atenderão de forma plena aos anseios da população e das instituições que trabalham conosco contra a criminalidade”, explicou Fabrício.

O Gaeco Zona da Mata será integrado pelos seguintes membros: Thiago Fernandes de Carvalho (coordenação em Juiz de Fora), Breno Costa da Silva Coelho (coordenação em Visconde do Rio Branco), Bruno Fernando Torres Lana, Danielle Vignoli Guzella Leite, Hélvio Simões Vidal, Jackeliny Ferreira Rangel, Sílvio José Marques Landim e Thaís Lamim Leal Thomaz.

Segundo Thiago Fernandes de Carvalho, além de ser uma das principais cidades polo do estado, o fato de Juiz de Fora estar na divisa com o Rio de Janeiro, onde existe um fluxo de criminalidade intenso, faz com que a presença do Gaeco na cidade e em seu entorno seja uma medida estratégica para o MPMG. “A dupla coordenação, com a união de propósitos entre as equipes, fará com que a abrangência de nossa atuação se amplie e se fortaleça também no sentido de estreitar nossa articulação com outras instituições”, disse o coordenador do Gaeco em Juiz de Fora.

A importância de contar com outros agentes públicos ao grupo foi ressaltada também pelo coordenador em Visconde do Rio Branco. “A integração com as polícias, com órgãos fazendários, entre outros, vai nos proporcionar troca de informações e de experiências que será um aspecto fundamental na potencialização do combate à criminalidade da região”, disse Breno Costa da Silva Coelho.

Segue abaixo a relação das unidades do Gaeco e as respectivas comarcas:

Sede do Gaeco – Belo Horizonte
Comarcas: Belo Horizonte, Belo Vale, Betim, Bonfim, Brumadinho, Caeté, Conceição do Mato Dentro, Congonhas, Conselheiro Lafaiete, Contagem, Corinto, Curvelo, Diamantina, Entre Rios de Minas, Esmeraldas, Ibirité, Igarapé, Itabirito, Itaguara, Jaboticatubas, Lagoa Santa, Mariana, Mateus Leme, Matozinhos, Nova Lima, Ouro Branco, Ouro Preto, Paraopeba, Pedro Leopoldo, Ribeirão das Neves, Sabará, Santa Luzia, Serro, Sete Lagoas, Vespasiano.

Gaeco de Divinópolis
Comarcas: Abaeté, Arcos, Bambuí, Bom Despacho, Carmo do Cajuru, Cláudio, Divinópolis, Dores do Indaiá, Formiga, Iguatama, Itapecerica, Itaúna, Lagoa da Prata, Luz, Martinho Campos, Morada Nova de Minas, Nova Serrana, Pará de Minas, Pitangui, Pompéu, Santo Antônio do Monte.

Gaeco de Governador Valadares
Comarcas: Águas Formosas, Aimorés, Almenara, Araçuaí, Capelinha, Carlos Chagas, Conselheiro Pena, Galileia, Governador Valadares, Guanhães, Itambacuri, Itanhomi, Jacinto, Jequitinhonha, Malacacheta, Mantena, Medina, Nanuque, Novo Cruzeiro, Peçanha, Pedra Azul, Resplendor, Rio Vermelho, Sabinópolis, Santa Maria do Suaçuí, São João Evangelista, Tarumirim, Teófilo Otoni, Virginópolis.

Gaeco de Ipatinga
Comarcas: Abre Campo, Açucena, Alvinópolis, Barão de Cocais, Caratinga, Coronel Fabriciano, Espera Feliz, Ferros, Inhapim, Ipanema, Ipatinga, Itabira, Jequeri, João Monlevade, Lajinha, Manhuaçu, Manhumirim, Mesquita, Mutum, Nova Era, Ponte Nova, Raul Soares, Rio Casca, Rio Piracicaba, Santa Bárbara, São Domingos do Prata, Timóteo.

Gaeco de Montes Claros
Comarcas: Bocaiuva, Brasília de Minas, Buenópolis, Coração de Jesus, Espinosa, Francisco Sá, Grão Mogol, Itamarandiba, Janaúba, Januária, Manga, Minas Novas, Montalvânia, Monte Azul, Montes Claros, Pirapora, Porteirinha, Rio Pardo de Minas, Salinas, São Francisco, São João da Ponte, São João do Paraíso, São Romão, Taiobeiras, Turmalina, Várzea da Palma.

Gaeco de Paracatu
Comarcas: Arinos, Bonfinópolis de Minas, Buritis, João Pinheiro, Paracatu, Unaí, Vazante.

Gaeco de Passos
Comarcas: Alfenas, Alpinópolis, Andradas, Areado, Botelhos, Cabo Verde, Caldas, Campestre, Campos Gerais, Carmo do Rio Claro, Cássia, Guaranésia, Guaxupé, Ibiraci, Itamogi, Jacuí, Machado, Monte Belo, Monte Santo de Minas, Muzambinho, Nova Resende, Paraguaçu, Passos, Piumhi, Poço Fundo, Poços de Caldas, Pratápolis, Santa Rita de Caldas, São Roque de Minas, São Sebastião do Paraíso.

Gaeco de Patos de Minas
Comarcas: Carmo do Paranaíba, Coromandel, Monte Carmelo, Patos de Minas, Patrocínio, Presidente Olegário, Rio Paranaíba, São Gotardo, Tiros, Três Marias.

Gaeco de Pouso Alegre
Comarcas: Aiuruoca, Baependi, Borda da Mata, Brasópolis, Bueno Brandão, Cachoeira de Minas, Camanducaia, Cambuí, Carmo de Minas, Caxambu, Cristina, Cruzília, Extrema, Itajubá, Itamonte, Itanhandu, Jacutinga, Monte Sião, Natércia, Ouro Fino, Paraisópolis, Passa Quatro, Pedralva, Pouso Alegre, Santa Rita do Sapucaí, São Gonçalo do Sapucaí, São Lourenço, Silvianópolis.

Gaeco de Uberaba
Comarcas: Araxá, Campina Verde, Campos Altos, Conceição das Alagoas, Conquista, Frutal, Ibiá, Itapagipe, Iturama, Nova Ponte, Perdizes, Sacramento, Uberaba.

Gaeco de Uberlândia
Comarcas: Araguari, Canápolis, Capinópolis, Estrela do Sul, Ituiutaba, Monte Alegre de Minas, Prata, Santa Vitória, Tupaciguara, Uberlândia.

Gaeco de Varginha
Comarcas: Boa Esperança, Bom Sucesso, Cambuquira, Campanha, Campo Belo, Candeias, Carmo da Mata, Carmópolis de Minas, Conceição do Rio Verde, Elói Mendes, Guapé, Itumirim, Lambari, Lavras, Nepomuceno, Oliveira, Passa Tempo, Perdões, Três Corações, Três Pontas, Varginha.

Gaeco da Zona da Mata
Comarcas: Além Paraíba, Alto Rio Doce, Andrelândia, Barbacena, Barroso, Bicas, Carandaí, Carangola, Cataguases, Divino, Ervália, Eugenópolis, Guarani, Juiz de Fora, Leopoldina, Lima Duarte, Mar de Espanha, Matias Barbosa, Mercês, Miradouro, Miraí, Muriaé, Palma, Piranga, Pirapetinga, Prados, Resende Costa, Rio Novo, Rio Pomba, Rio Preto, Santos Dumont, São João del-Rei, São João Nepomuceno, Senador Firmino, Teixeiras, Tombos, Ubá, Viçosa, Visconde do Rio Branco.
Sedes de coordenação: Juiz de Fora e Visconde do Rio Branco.

Fonte: MPMG


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre