Taxista e mulher são presos suspeitos de tráfico de drogas em Divino

Na quinta-feira (2), em mais uma ação de repressão ao tráfico de drogas ocorrida na Zona da Mata mineira, a Polícia Civil de Minas Gerais prendeu duas pessoas, suspeitas de praticarem o crime de tráfico ilícito de drogas.

Um taxista de 39 anos e a passageira de 33 anos foram abordados no município de Divino, após atuação de equipes de policiais civis das Delegacias de Divino e de Fervedouro. Na ocasião, foram apreendidos cerca de meio quilo de maconha, dinheiro, uma balança de precisão, dois aparelhos celulares e o veículo utilizado para o transporte da droga.

Conforme informações do Delegado Rômulo Segantini, responsável pelas investigações, a ação foi deflagrada, em virtude de denúncias. “Apurações indicaram que o taxista estaria realizando recorrentes viagens suspeitas com pessoas que estariam envolvidas com o tráfico de drogas no município de Divino”, explicou.

Durante as diligências, o táxi foi avistado, passando com destino à BR -116 e, logo em seguida, ao município de Muriaé. “Depois de algumas horas, o mesmo veículo retornou para o município de Divino e, então, foi abordado na entrada da cidade”, comentou a autoridade policial, informando que a suspeita teria entregado a droga aos policiais civis, alegando que seria para o consumo pessoal e que a compra teria sido realizada em Muriaé.

Já o taxista negou ter conhecimento de que a passageira transportava o material e teria afirmado que estariam retornando de Orizânia. Elementos informativos indicaram que a versão narrada pelo taxista não condiz com os fatos apurados.

Além disso, após desdobramentos da ação, foi localizada, na residência da mulher, uma balança de precisão, escondida no guarda-roupa, objeto que, possivelmente, seria utilizado para pesagem de drogas.

O Delegado ratificou o flagrante do taxista e da passageira pelo crime de tráfico de drogas. Eles serão conduzidos ao sistema prisional, permanecendo à disposição da Justiça.

Fonte: PCMG


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre