Home / Notícias / Saúde e Bem-Estar / Idosa que estava com suspeita de febre amarela morre em Muriaé

Idosa que estava com suspeita de febre amarela morre em Muriaé


Uma idosa de 79 anos morreu, nesta quinta-feira (25), em Muriaé. Ela era moradora do bairro Safira e estava internada no Hospital São Paulo com suspeita de febre amarela, conforme divulgado pela Prefeitura de Muriae.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que na quarta-feira (24) havia colhido material dela e de um homem de 34 anos, que também está internado no HSP com suspeita de febre amarela. O material será enviado ainda hoje para a Fundação Ezequiel Dias, em Belo Horizonte, para análise. O resultado está previsto para ser divulgado em dez dias, dependendo da demanda do laboratório.

Segundo a Prefeitura de Muriaé, clinicamente a suspeita já foi descartada pelo médico Daniel Licy, infectologista do Hospital São Paulo.




Se confirmado, este será o primeiro caso da doença em Muriaé.

Febre amarela avança em Minas

Minas Gerais já registrou 25 mortes em decorrência da febre amarela. A maioria dos óbitos aconteceu na Região Metropolitana de Belo Horizonte, onde foram registradas 12 mortes pela doença. A Zona da Mata aparece logo em seguida, com seis óbitos por febre amarela.

Este ano já foram 47 diagnósticos da doença no estado. Deste total, 22 pacientes continuam internados ou tiveram alta.

Estado libera recursos para municípios com casos confirmados de febre amarela

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), por meio da Resolução nº 6092, instituiu incentivo financeiro, em caráter emergencial, para intensificar as ações de controle e contingenciamento da febre amarela nos municípios com casos confirmados e/ou com epizootias – enfermidade contagiosa que ataca número elevado de animais – de primatas. A resolução foi publicada no Diário Oficial do Estado nesta terça-feira (23/01).

O objetivo do incentivo financeiro é fomentar, no território municipal, estratégias para intensificação vacinal, vigilância de epizootias e coleta de material biológico para apoio ao diagnóstico da febre amarela, em conformidade com as diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS) e da SES-MG. O valor total do incentivo será de R$ 2.490.000,00, a serem repartidos entre as cidades afetadas.

Fonte: Guia Muriaé, com informações da SES-MG

Confira também

Muriaé terá “Dia D” de vacinação contra pólio e sarampo neste sábado

O próximo sábado (18), das 8h às 16h30, será o “Dia D” de mobilização para …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *