Home / Notícias / Saúde e Bem-Estar / Por recomendação do Ministério da Saúde, Muriaé faz alterações no calendário vacinal

Por recomendação do Ministério da Saúde, Muriaé faz alterações no calendário vacinal

Municípios de todo país, incluindo Muriaé, estão seguindo recomendações do Ministério da Saúde e fazendo alterações no calendário vacinal. Entre os imunizantes que tiveram atualizações este ano estão meningite C, febre amarela, tríplice viral e influenza.

A vacina meningogócica C, que protege doenças como meningite, foi uma das que sofreu mudanças em sua aplicação. Neste ano, a recomendação é que adolescentes de 11 a 12 anos, 11 meses e 29 dias recebam a dose.

Já a tríplice viral, que previne o sarampo, caxumba e rubéola, ampliou a faixa etária de 30 a 49 anos para 30 a 59 anos. No calendário de rotina, essa vacina é feita em crianças com 1 ano (primeira dose) e 1 ano e 3 meses (segunda dose).




Vale lembrar que, até os 29 anos, a pessoa deve ter duas doses da vacina com o componente sarampo registradas no cartão. De 30 a 59 anos, deve ter apenas uma dose da vacina.

Vacinação contra a gripe

A campanha nacional de vacinação contra a gripe está prevista para começar mais cedo este ano, em 23 de março. Porém, a Secretaria Municipal de Saúde ainda não foi comunicada oficialmente do início da campanha e aguarda parecer do MS.




O grupo prioritário desta vacina também foi ampliado. Na campanha deste ano, devem receber o imunizante crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com 55 anos ou mais, além dos grupos específicos (grávidas, mulheres até 45 dias pós-parto, trabalhadores da saúde, professores, pessoas que apresentam doenças crônicas e outras categorias de risco clínico, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade, jovens que cumprem medidas socioeducativas, entre outros).

Febre amarela




Com a intenção de ampliar a cobertura vacinal, o Ministério da Saúde expandiu a imunização contra a febre amarela. Além de ser aplicada aos 9 meses, a vacina ganhou um reforço em crianças a partir dos 4 anos. Adultos ou crianças que já foram vacinados antes dos 5 anos e que possuem apenas um dose têm direito a uma dose de reforço. Já quem tomou a vacina após os 5 anos é considerado imunizado contra a doença e, portanto, não precisa de outra dose.

A vacina pode ser realizada até 59 anos. A partir de 60 anos, a vacinação deve ser feita somente com prescrição médica, devido ao aumento de eventos adversos em pessoas desta idade.

A aplicação do imunizante está sendo feita de forma escalonada, com dias marcados, a fim de se evitar o desperdício, visto que a vacina dura seis horas após aberta. Confira abaixo a escala de vacinação:

– Segunda-feira: Santana, Aeroporto, Santa Terezinha, Dornelas, Belisário e Marambaia;

– Terça-feira: Gaspar, Joanópolis, Santo Antônio, Policlínica Safira e Boa Família;

– Quarta-feira: São Pedro, São Francisco, Porto e José Cirilo;

– Quinta-feira: São Gotardo, Inconfidência, Barra II, Bom Jesus e Vermelho;

– Sexta-feira: Barra I, Planalto, São Cristóvão, Cardoso de Melo, Itamuri, Primavera e Patrimônio São José.

Sala de vacinação da UBS Inconfidência

A Secretaria Municipal de Saúde informa que a Sala de Vacina da UBS Inconfidência já retornou seu funcionamento e está aplicando normalmente as doses.

O horário de atendimento neste setor é das 8h às 16h30min, de segunda a sexta-feira (com exceção das vacinas escalonadas, como febre amarela e tríplice viral).

Fonte: PMM


Confira também

Muriaé tem seis casos positivos de dengue e outros 70 notificados

Os cuidados com o coronavírus continuam na cidade, mas os da dengue também devem merecer …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *