Publicações com a tag ‘energisa’



Programa de Eficiencia Energetica da Energisa

Programa de Eficiência Energética chega a Muriaé


Esta semana o Projeto Nossa Energia estará em Muriaé com atividades de conscientização sobre o uso adequado da energia elétrica, sem desperdício e riscos. Na programação: palestras educativas e troca de lâmpadas incandescentes por fluorescentes pelos clientes cadastrados na tarifa social.

Leia mais »

Grupo Energisa

Energisa seleciona estagiários para atuação em Muriaé e região


O Grupo Energisa está selecionando estagiários para as áreas de Administração e Eletromecânica. As vagas são para atuação na cidade de Muriaé e em outros municípios da região (Além Paraíba, Cataguases, Leopoldina, Manhuaçu, Manhumirim, São João Nepomuceno, Ubá e Visconde do Rio Branco).

Leia mais »

Energisa

Energisa abre inscrições para Programa de Trainee 2014


O Grupo Energisa abriu 15 vagas para jovens recém-formados em Administração, Engenharia de Produção, Engenharia Elétrica, Engenharia de Controle e Automação, Engenharia Eletrônica e Engenharia Mecânica.
Leia mais »

Energisa é autorizada a reajustar tarifa e energia elétrica em Muriaé ficará mais cara


Conta de luz ficará mais cara nas cidades de Minas Gerais atendidas pela Energisa

A Energisa Minas Gerais foi autorizada na terça-feira (11), pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), a reajustar as tarifas de energia a partir de 18 de junho. Segundo o processo aprovado, o índice médio autorizado ficou em 2,56%, sendo 4,83% de reajuste propriamente dito, menos 2,27% de componentes financeiros.

Desse total de 4,83%, o percentual que será efetivamente aplicado sobre as tarifas dos consumidores será de 2,56%, por conta da dedução de valores financeiros aplicados no ano anterior. Consumidores conectados em baixa tensão terão reajuste de 3,05%, enquanto clientes em alta e média tensão tiveram tarifas reajustadas em 0,99%.

O reajuste foi impactado pelo custo da compra de energia, que impactou o atual reajuste em 4,08%. A parcela que trata da remuneração da Energisa Minas Gerais pela prestação dos serviços de distribuição – a chamada Parcela B – contribuiu com 1,44% para o total.

O item que representou o maior impacto na formação do reajuste foi a compra de energia elétrica, por conta do despacho de usinas térmicas, que possuem preço de produção mais elevado do que outras fontes energéticas.

No Estado, a Energia atende a 66 cidades, dentre elas, na região de Muriaé, Além Paraíba, Antônio Prado de Minas, Astolfo Dutra, Cataguases, Dona Euzébia, Ervália, Eugenópolis, Guiricema, Itamarati, Laranjal, Leopoldina, Manhuaçu, Miradouro, Miraí, Palma, Patrocínio do Muriaé, Pedra Dourada, Pirapetinga, Recreio, Rosário da Limeira, Santana de Cataguases, Ubá, Vieiras.

Fonte: Energisa

Notícias que foram destaque no dia de 10/03/2013 em Muriaé e região


Confira abaixo as principais notícias que foram destaque no dia de 10/03/2013 em Muriaé e região:

Energisa deve elevar o capital em R$ 350 milhões e prevê aportes de R$ 1,6 bilhão em três anos


Energisa

Para dar continuidade a seu agressivo plano de crescimento até 2015, o grupo mineiro Energisa vai realizar um aumento de capital no valor de R$ 350 milhões. A companhia pretende angariar recursos para concretizar investimentos de R$ 1,6 bilhão nos próximos três anos.

De acordo com o gerente de Relações com Investidores da Energisa, Carlos Aurélio Pimentel, a empresa pretende ampliar em quase cinco vezes a produção atual de energia, que está em cerca de 103 megawatts de potência instalada. “Vamos chegar em 2015 com 500 megawatts”, afirma.

O aumento de capital será feito no decorrer desses três anos e começa em março, conforme Pimentel. O valor recolhido será destinado principalmente aos investimentos de geração de energia renovável, em especial os parques eólicos instalados no Rio Grande do Norte. Os acionistas terão direito de preferência até 5 de abril. Logo após, haverá leilão das sobras, caso alguns acionistas não acompanhem o aumento de capital.

De R$ 1,6 bilhão, R$ 900 milhões serão destinados a projetos de geração de energia renovável e R$ 700 milhões na rede de distribuição. Somente neste ano, a Energisa prevê que sejam investidos R$ 762 milhões, um aumeto de 13% em relação aos aportes realizados em 2012.

A companhia fechou 2012 com lucro de R$ 291,1 milhões, alta de 37,2% em relação ao resultado de 2011. Já a receita líquida do período cresceu 20,3%, atingindo R$ 2,919 bilhões, e o Ebitda ajustado avançou 15,7%, para R$ 684 milhões. A empresa terminou o ano com R$ 923 milhões em caixa, quase o dobro do valor registrado no fim do ano anterior. “Esse resultado foi impulsionado pela entrada em operação de algumas novas usinas”, diz Pimentel.

Capacidade – Este ano, a Energisa deverá alcançar 253 megawatts de potência instalada em função do início das operações dos cinco parques eólicos em construção no Rio Grande do Norte, que devem ser inaugurados no segundo semestre de 2013. O empreendimento, orçado em R$ 560 milhões, irá acrescentar 150 megawatts à rede de distribuição da companhia.

Já em Minas Gerais, foram iniciados os testes na pequena central hidrelétrica (PCH) Zé Tunim, em Guarani, na Zona da Mata. A usina recebe investimentos de R$ 65 milhões e terá capacidade instalada de 8 megawatts e sua operação comercial deverá ser iniciada ainda neste primeiro trimestre. A energia elétrica gerada será comercializada no mercado livre.

Com cinco distribuidoras no Brasil – Energisa Sergipe, Energisa Paraíba, Energisa Borborema, Energisa Minas Gerais e Energisa Nova Friburgo -, o grupo, sediado em Cataguases, na Zona da Mata, abrange 91.180 quilômetros quadrados de área coberta, atendendo a 2,4 milhões de consumidores e beneficiando 6,5 milhões de habitantes em 352 municípios. Em Minas, a companhia atende a 76 municípios da Zona da Mata, onde tem 385 mil consumidores.

Fonte: Diário do Comercio



Powered by WordPress