Personalidades de Muriaé – Telêmaco Coriolano Pompei

Telêmaco Coriolano Pompei nasceu no dia 19 de janeiro de 1919 no então distrito de Patrocínio do Muriaé, hoje, município. Era filho de Telêmaco Pompei e de Judith Pereira Pompei. Fez o curso primário em Patrocínio do Muriaé e o curso secundário no Atheneu São Paulo, hoje, Escola São Paulo. Ingressou no curso superior, porém, abandonou seus estudos após a morte de seu pai.

Mudou-se para Muriaé quando já era pai de família. Nesta época, percebeu a necessidade de se instalar numa cidade com mercado de maior expansão, visto que vislumbrava expandir sua indústria de beneficiamento e comércio de arroz.

Empresário nos ramos de cereais e combustível, sempre participou ativamente da política partidária. Preocupado, então, com o distrito onde nascera, foi vereador na Câmara Municipal de Muriaé por dois mandatos nos períodos de 1947 a 1950 e de 1971 a 1973, tendo sido o mais votado. Exerceu, então, a presidência da Casa no período de 1971 a 1972. Foi vice-prefeito de Muriaé na gestão do prefeito Dante Bruno, de 1951 a 1954, exercendo a chefia do Executivo, por várias vezes, nas ausências do titular.

Continuando na atividade política, foi eleito Deputado Estadual no período de 1975 a 1979 e, posteriormente, Deputado Federal no período de 1979 a 1983, participando de várias Comissões Legislativas, em especial, a Comissão de Segurança Nacional. Também participou da eleição de seu cunhado Paulo Fraga como prefeito de Muriaé.

Trabalhando com seu irmão Horácio, criaram a marca “Arroz Pompei” e “Arroz Vivi”, ampliando sua área de comercialização até o estado da Bahia, tornando-se grande distribuidor em toda região. Como pessoa ousada, não parou, tornando-se proprietário de grandes fazendas. Na atividade pecuária, juntamente com seu irmão, tornaram-se grandes produtores de leite e cereais, sendo inclusive premiados nas exposições regionais.

Foi casado com Elasir Carvalho Neves Pompei, falecida em 20 de março de 2001, de cuja união nasceram seis filhos: Horácio Telêmaco, Flávio, Cláudio, Aluísio, Márcio, e Viviani. Todos os filhos são casados, tendo ele vários netos e bisnetos.

Telêmaco Coriolano Pompei faleceu no dia 9 de julho de 2005, aos 86 anos, vítima de um grave acidente automobilístico na BR-116, próximo ao antigo restaurante Panela Quente, entre Muriaé e Laranjal, quando voltava de sua propriedade, localizada no município de Palma-MG. Telêmaco sofreu ferimentos graves e não resistiu. Sua morte provocou grande comoção entre familiares, parentes e amigos. Jornais de Muriaé e de toda região divulgaram seu falecimento com muito pesar e relembrando a grande e importante figura que ele foi.

Seu corpo foi velado no Salão Nobre da Prefeitura Municipal de Muriaé e o sepultamento ocorreu no dia 11 de julho daquele ano na cidade de Patrocínio do Muriaé, sua cidade natal.

Fonte: João Carlos Vargas e Flávia Alves Junqueira / Memorial Municipal


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo