Crianças eram usadas em ritual de sacrifício para “acabar” com pandemia

Um grupo de crianças que estava sendo usado em um ritual religioso foi resgatado pela Polícia Civil do Estado do Pará. O caso aconteceu na última quarta-feira (14), na Vila do Treme, cidade de Bragança, na região Nordeste do Pará.

O caso ganhou repercussão após vídeos viralizarem nas redes sociais. Nas imagens, homens e mulheres aparecem rezando em volta de três crianças, que choram e gritam. Um grupo de pessoas tenta impedir a ação, mas é afastado pelas pessoas que realizavam o ritual.

Testemunhas relataram que o ritual seria para acabar com a pandemia do coronavírus. Conforme informações de testemunhas, no final da cerimônia macabra, as crianças seriam sacrificadas.

A Polícia Civil, acompanhada pelo Conselho Tutelar, foi ao local e resgatou as crianças, que foram encaminhadas para um abrigo.

De acordo com a corporação, novas diligências serão realizadas para colher depoimentos e apurar o caso, além de identificar os envolvidos. Ninguém foi preso por enquanto.

A conselheira Rosa Quemel, que recebeu a denúncia de um morador da comunidade, explica que houve bastante resistência da família no momento da chegada da polícia e os moradores estavam revoltados.

– Só conseguimos resgatar três crianças na hora do sufoco. Um bebê de 1 ano e três meses era o que mais estava sofrendo com essa situação. A família não queria que a gente tirasse a criança porque estavam fazendo uma espécie de reza. Só que a criança chorava muito de fome e de sede, assim como as outras – disse.

Assista ao vídeo (imagens fortes):

Fonte: Guia Muriaé, com informações do G1, Revista Fórum e Último Segundo


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo