Desenrola Brasil: entenda como renegociar dívidas; programa começa nesta segunda

Devedores com débitos de até R$ 5.000 poderão financiar dívidas com os bancos e quitar contas atrasadas

Guia Muriaé no WhatsApp

O governo federal dá início nesta segunda-feira (17) ao aguardado programa Desenrola Brasil, que visa auxiliar milhões de brasileiros a renegociar suas dívidas. Com o objetivo de beneficiar até 70 milhões de pessoas, o programa permitirá que os cidadãos negociem diretamente com as instituições financeiras onde possuem débitos, proporcionando a oportunidade de limpar o nome e restabelecer a capacidade de adquirir crédito, realizar empréstimos e até mesmo firmar contratos de aluguel.


Para participar do programa, é necessário realizar o cadastro no site oficial do governo federal (www.gov.br) e seguir as instruções para alcançar o nível de certificação “prata” ou “ouro”. A plataforma do programa fornecerá aos cidadãos acesso à lista de dívidas que podem ser negociadas, bem como informações atualizadas sobre cada uma delas.

Além da renegociação, o Desenrola Brasil incentiva os beneficiários a realizar um curso de educação financeira disponível no momento do cadastramento. O programa será dividido em três faixas, sendo que a terceira faixa será implementada a partir de setembro.

A Faixa 1 abrange pessoas físicas com renda bruta mensal de até dois salários mínimos, equivalente a R$ 2.640, ou aquelas inscritas no Cadastro Único para programas sociais do governo federal (CadÚnico). Nessa faixa, serão renegociadas dívidas financeiras e de consumo, como contas de água, luz, telefone ou varejo, que tenham sido negativadas entre 1º de janeiro de 2019 e 31 de dezembro de 2022, desde que não ultrapassem o valor total de R$ 5.000.

No entanto, não serão financiadas dívidas de crédito rural, financiamento imobiliário, créditos com garantia real ou operações com funding ou risco de terceiros. As dívidas renegociadas poderão ser quitadas à vista ou parceladas em até 60 vezes, com parcela mínima de R$ 50,00 e juros de até 1,99% ao mês.

Já na Faixa 2, poderão participar pessoas físicas com renda mensal de até R$ 20.000, que possuam dívidas registradas em cadastros de inadimplentes até 31 de dezembro de 2022. Nesse caso, a renegociação poderá ser feita diretamente entre os devedores e as instituições financeiras, através dos canais de atendimento disponibilizados pelas próprias instituições, com um prazo mínimo de 12 meses para pagamento.

Assim como na Faixa 1, na Faixa 2 não serão financiadas dívidas de crédito rural, aquelas com garantia da União ou de entidades públicas, com risco de crédito não integralmente assumido pelos agentes financeiros, que envolvam recursos públicos ou tenham qualquer equalização de taxa de juros por parte da União.

Com o Desenrola Brasil, o governo busca promover a recuperação financeira de milhões de brasileiros, oferecendo oportunidades de renegociação de dívidas de forma mais acessível e com condições vantajosas. A expectativa é que o programa contribua para a retomada econômica do país, beneficiando tanto os devedores quanto as instituições financeiras envolvidas.

Saiba mais

Fonte: Guia Muriaé, com informações do R7

WhatsApp Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754
Seguir o Guia Muriaé no Google News
📲 Acompanhe o GUIA MURIAÉ - Facebook / Instagram / Telegram / Threads / TikTok / Twitter / YouTube / WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Guia Muriaé no WhatsApp
Botão Voltar ao topo