Eleições 2018: Bolsonaro supera Haddad em várias seções eleitorais no exterior

A votação decisiva das eleições de 2018 já terminou em alguns países do extremo leste do globo.

No sábado, às 16h, horário de Brasília, os brasileiros residentes na Nova Zelândia começaram a depositar os votos nas urnas. Em seguida, às 19h, também horário de Brasília, a votação teve início na Austrália. Na sequência, teve início a votação no Japão, Coreia do Sul e China.

Com o encerramento da votação em cada seção eleitoral, é emitido um boletim de urna que mostra quantos votos cada candidato recebeu naquela seção eleitoral. O boletim é exposto do lado de fora do local de votação para que os eleitores acompanhem os resultados.

De acordo com os primeiros boletins das urnas divulgados em seções no extremo leste do globo, Jair Bolsonaro (PSL) superou Fernando Haddad (PT) em diversos países onde a votação já foi encerrada. Em uma seção eleitoral em Suzuka, no Japão, Bolsonaro obteve 418 votos, enquanto Fernando Haddad teve 31 votos.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no total são mais de 500 mil brasileiros votando no exterior. Eles estão distribuídos em 171 localidades em 99 países. As nações com mais eleitores são Estados Unidos (160 mil), Japão (60 mil) e Portugal (39 mil). Entre as cidades, as com maior colégio eleitoral são Boston (35 mil) e Miami (34,3 mil), ambas nos Estados Unidos. Os brasileiros que moram no exterior podem votar apenas para presidente.

A divulgação oficial dos resultados para o cargo de presidente da República, contudo, só ocorrerá após o encerramento da votação em todo o país.

Fonte: Guia Muriaé


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre