Empréstimo na conta de luz: como funciona e como contratar?

Nos últimos anos o Brasil passou por algumas mudanças no sistema financeiro. Nesse processo, foram criados métodos alternativos para conseguir crédito, como o empréstimo na conta de luz, por exemplo.

Essa modalidade lançada em 2019 também é conhecida como empréstimo pessoal alternativo e tem ajudado muitas pessoas a se livrarem das dívidas e recuperarem seu poder de compra.

E não teria momento melhor para a chegada dessa opção ao mercado de crédito. Afinal, pouco tempo depois de seu surgimento, o mundo se viu enfrentando a pandemia da Covid-19, que afetou negativamente a vida financeira de muitos cidadãos, em especial no Brasil.

Ter métodos alternativos para conseguir crédito pode ser uma saída para quem está passando por problemas financeiros e não consegue empréstimos convencionais.

Se você quer entender melhor sobre o que é empréstimo na conta de luz, como funciona e porque ele é uma boa opção para quem tem score baixo ou está negativado, continue a leitura.

O que é empréstimo na conta de luz?

O empréstimo na conta de luz é uma modalidade de crédito que tem ajudado muitas pessoas a se livrarem de dívidas e recuperarem seu poder de compra.

Isso porque, em meio a tantos tipos de empréstimo, este é um dos poucos disponíveis para negativados ou para quem tem um score baixo. Ou seja, a análise de crédito é mais simples e burocrática que em outras modalidades.

Mas como funciona o empréstimo na conta de luz?

É bem simples! Ao conseguir um empréstimo alternativo como esse, a conta de luz é o meio pelo qual você pagará as parcelas. Dessa forma, o valor do empréstimo será somado ao consumo de energia da sua residência no mês.

E por que essa modalidade oferece crédito para negativados? Simples: as instituições financeiras entendem que esse tipo de empréstimo funciona como uma garantia maior de que o pagamento será feito. Isso porque dificilmente as pessoas deixarão de pagar a conta de luz.

Então, como o débito é repassado direto na conta de consumo, o risco de as instituições sofrerem com inadimplência é muito menor.

E cada empresa apresenta um limite de valor diferente para emprestar. Mas, geralmente, a quantia oferecida parte de 500 reais e pode chegar a 2500 reais. O prazo para pagamento varia de 3 a 18 meses.

Vale ressaltar que, por enquanto, não é em todas as regiões do Brasil que este tipo de empréstimo é permitido. Apenas quem mora em São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Goiás ou no Rio Grande do Sul têm acesso a essa possibilidade.

Como fazer empréstimo na conta de luz?

O processo de solicitação de empréstimo na conta de luz é feito de forma online, ou seja, pela internet. Para isso, é só seguir esses passos:

* Primeiro, confirme se a companhia de luz da sua região disponibiliza essa modalidade;
* Se sim, procure a instituição financeira que oferece esse convênio;
* Faça a simulação e a contratação na instituição financeira. O valor a ser pago nas parcelas virá embutido na sua conta de consumo.

Neste vídeo do Serasa Ensina, você confere algumas dicas para contratar um empréstimo online sem dor de cabeça:

Para entender melhor, vamos supor que você paga, em média, R$ 100 por mês na conta de luz. Se a parcela do seu empréstimo for de R$ 200, o boleto que a companhia manda para a sua casa vai ser no valor de R$ 300. Simples, não é?

Mas não esqueça que este valor passará a fazer parte das suas despesas mensalmente. Então, cuidado para não se enrolar e deixar de pagar, pois, além de ficar inadimplente, você também terá sua energia elétrica cortada. E ninguém quer ficar sem luz em casa, certo?

Podem solicitar esse tipo de empréstimo todas as pessoas que atendam aos seguintes requisitos:

* Morar em uma região atendida por concessionária que oferece esse empréstimo;
* Ter mais de 21 anos;
* Possuir uma conta bancária;
* Ser o titular da conta de luz;
* Estar com as contas de energia em dia.

Fazer empréstimo com desconto na conta de luz vale a pena?

Normalmente, o empréstimo com débito em conta de luz tem taxas de juros mais baixos devido à garantia que já falamos acima.

Mas para entender se vale mesmo a pena, você precisa pensar, primeiro, se o valor da parcela cabe no seu bolso. Isso porque, diferentemente de um empréstimo pessoal convencional, em que a consequência da inadimplência é ficar negativado, nesta modalidade aqui você terá sua luz cortada, como já comentamos anteriormente.

Além disso, cada instituição financeira tem a liberdade de cobrar as taxas que julgar necessárias. Então, fique de olho nesse percentual antes de fechar negócio, combinado?

E não esqueça de questionar e entender muito bem qual será o preço final do seu empréstimo, considerando todas as taxas aplicadas. Você pode entrar em contato com a instituição financeira caso isso não tenha ficado claro. A partir disso, você vai conseguir avaliar se esse realmente é um bom negócio para você.

Outro ponto a se considerar é que, caso a utilização da energia na sua casa aumente ou o preço suba por algum motivo imprevisível – principalmente na mudança da taxa vermelha, por exemplo – isso também impactará no seu gasto mensal, já que o valor da luz mais cara será somada à parcela do empréstimo.

Como consultar as melhores opções de empréstimo?

Antes de bater o martelo pelo empréstimo alternativo com desconto na conta de luz, é interessante buscar outras opções que também podem ser atrativas para a sua realidade.

Para isso, o Serasa eCred pode ser seu maior aliado. A plataforma de crédito da Serasa pesquisa, compara e recomenda as melhores ofertas de empréstimo e cartão de crédito de diversas empresas parceiras, como bancos, fintechs e outras instituições financeiras.

Ah, vale lembrar que acesso e simulações no Serasa eCred são feitos de forma 100% online e gratuita. Acesse agora mesmo e simule quantas vezes quiser!

Fonte: Serasa

Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo