Maior superlua do ano ocorre nesta quarta-feira

Nesta quarta-feira (13), uma nova superlua poderá ser vista no céu. O fenômeno acontece quando o satélite natural da Terra alcança o ponto mais próximo do planeta. O resultado é uma lua maior, mais brilhante e mais bonita aos olhos dos admiradores.

O astrônomo e professor aposentado da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Renato Las Casas, explicou o fenômeno em termos mais técnicos. “Nós chamamos de superlua quando o satélite alcança o perigeu, que é o ponto mais próximo da Terra. A órbita da lua é uma elipse (círculo achatado), então de tempos em tempos ela se afasta ou se aproxima do nosso planeta”.

Essa é a segunda vez que os amantes de astronomia poderão contemplar o fenômeno este ano. No último mês, tivemos a superlua de morango e uma terceira ainda será registrada em 2022.

Segundo Las Casas, o registro de três superluas seguidas é algo difícil de acontecer. “As fases da lua se apresentam com uma certa periodicidade. O que está acontecendo é uma coincidência, já que neste ano vamos ter três luas cheias seguidas atingindo o perigeu”.

Lua colorida

Além da beleza natural do fenômeno, o astrônomo explicou que, como estamos em uma época de temperaturas mais baixas e céu mais limpo, é bem provável que a superlua desta quarta (13) ganhe uma cor amarelada ou avermelhada, como tem acontecido nas horas de nascer e pôr do sol nestes dias de inverno.

Outra dica do especialista é o melhor horário para contemplar a superlua: ao nascer do satélite natural. Conforme Las casas, quando a lua está perto da linha do horizonte, o cérebro cria uma ilusão de que está maior. “O resultado vai ser ainda mais impressionante”, observou o professor aposentado da UFMG.

Fonte: Jornal Hoje em Dia

Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo