MST planeja bloquear 50 rodovias federais em protesto contra prisão de Lula



O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) iniciou, nesta sexta-feira (6), o bloqueio de rodovias federais em vários estados do país.

Em protesto contra a decretação da prisão do ex-presidente Lula, o movimento planeja bloquear pelo menos 50 BRs em 24 estados. Logo nas primeiras horas de hoje, o MST iniciou o bloqueio de rodovias no Mato Grosso, Bahia, Pernambuco e Espírito Santo.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) ainda não se pronunciou oficialmente sobre os bloqueios.




Em seu site, o MST pede “resistência para defender a liberdade de Lula e lutar por eleições livres e democráticas”.

Para hoje, estão previstos atos em todo o país, em evento intitulado “Dia de Luta em Defesa da Liberdade de Lula”

Confira a nota do movimento:

Na quarta-feira (4) o Supremo (com tudo) Tribunal Federal decidiu triturar a Constituição Federal de 1988 ao negar o Habeas Corpus ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Ontem, Moro (o juiz que gosta de sorrir nas fotos com Aécio Neves e Michel Temer) decretou a prisão do presidente mais popular da história do Brasil.

Não é por acaso. Lula é o primeiro presidente que nasceu no Nordeste, trabalhador, humilde, que veio de Recife para São Paulo no pau de arara com toda a sua família passando fome. O presidente que muito fez pelo povo brasileiro.

Querem que prender Lula como forma de dar uma lição para todos aqueles que pensam como ele. Hoje é Lula. Amanhã pode ser você!

Todos e todas às ruas do Brasil para organizar ações nas estradas, ruas, escolas, locais de trabalho, atos, panfletagens para defender a liberdade de Lula!

Fonte: Guia Muriaé

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.